Dentro da Press Room para a 5ª semana de Agosto (especial e atualizado)

press room

Esta semana já vamos agora com dois (a caminho de um terceiro) Dentro da Press Room.

A grande notícia de hoje foi que a Liga vai, a partir de agora, ser muito mais severa com casos de abuso doméstico por parte de jogadores.

Fica aqui a opinião de Keith. Como bónus, um outro assunto que apanhou a nossa intenção que é o facto de Dan Snyder, dono da equipa da NFL de Washington querer um novo estádio…e a moeda de troca para ele ter as melhores condições para isso é…ah, pois, já adivinharam… uma troca pela alcunha da organização.

 

Podcast 09 para 2014/15 – Início da época!! A NFL de volta!

No episódio o9-2014/15 , falamos de quem ganhas as divisões, quem são os mais fortes candidatos ao título, candidato a MVP da Liga, o melhor jogador atacante, o melhor jogador defensivo, o QB rookie que pode ter mais impacto este ano, as equipa(s) em apuros, as equipa(s) em ascensão e que assuntos off the field que vai ter mais cobertura durante a época

Com Pedro Viana e Ricardo Silvestre.

O Podcast pode ser encontrado aqui ou no iTunes.

podnflempt

new & noteworthy

Dentro da Press Room para a 5ª semana de Agosto (especial)

press room

Esta semana vamos ter dois Dentro da Press Room.

A grande notícia de hoje foi que a Liga vai, a partir de agora, ser muito mais severa com casos de abuso doméstico por parte de jogadores.

Numa carta aos donos das equipas (que pode ser lida aqui), Goodell diz que haverá um processo de avaliação em casos de violência doméstica ou assalto sexual que incluirá novos elementos de avaliação, tratamento e suporte familiar, assim como punições mais rigorosas.

goodell

À primeira situação documentada como violência doméstica ou abuso sexual, um jogador ficará suspenso seis jogos. Haverá uma expulsão da Liga por um ano no caso da ofensa ser repetida. No final desse período o jogador pode pedir para ser aceite novamente na Liga, mas o Comissário fez saber que a possibilidade de fazer esse pedido não significará que o pedido seja aceite.

Haverá condições tidas na avaliação do processo, tal como; história de violência doméstica, violência com recurso a uma arma, estrangulamento, golpes sucessivos ou quando este ato tem como vitima uma mulher grávida ou no caso de haver uma criança presente no momento da agressão.

Este desenvolvimento é de esperar depois da resposta quase consensual por parte da imprensa e de outros actores associados ao fenómeno desportivo da NFL sobre a forma como Goodell lidou com o caso Ray Rice (e que já falamos aqui, aqui e aqui).

Este domingo irei continuar este tema na rubrica Dentro do Game Room, onde irei apresentar mais algumas considerações sobre esta notícia.