Quick Stats

Boas!

     27 – 11    

Mark Sanchez (20 passes para 230 jardas e 1 TD) com um passe para TD recepcionado pelo Santonio Holmes e com a defesa dos Jets a forçar 3 TO’s na vitória dos New York Jets (5-3) sobre os Buffalo Bills (5-3), sendo os factos mais importantes deste duelo que poderá ser decisivo na AFC East, .

Estarão os Bills a perder “momentum”?

     13 – 23    

Tony Romo (19 passes para 279 jardas e 2 TD’s) teve de “esquecer” uma 1ª parte miserável (6-6 ao intervalo), para liderar a sua equipa nesta vitória dos Dallas Cowboys (4-4) sobre os “poderosíssimos” Seattle Seahawks (2-6).

Uma nota especial sobre a performance DeMarco Murray (22 corridas para 139 jardas + 4 recepções para 47 jardas) – Fantástico!!!

Alguém se recorda de quem era o RB titular no início da época? Eu estou com dificuldades em lembrar-me…

    12 – 30   

Corrida, Corrida e mais Corrida, esta foi a receita da vitória dos Houston Texans (6-3) sobre os Cleveland Browns (3-5).

Arian Foster (19 corridas para 124 jardas e 1 TD + 5 recepções para 26 jardas) e Ben Tate (12 corridas para 115 e 1 TD) destruíram por completo a defesa dos Browns.

E quando voltar um saudável André Johnson, como será esta equipa?

     31 – 7    

E finalmente esse dia chegou! Os Indiannapolis Colts são a única equipa da liga com 0 vitórias (0-9).

Os Atlanta Falcons (5-3) conseguiram a sua 3ª vitória consecutiva, onde se destacaram Julio Jones (3 recepções para 131 jardas e 2 TD’s + 2 corridas para 33 jardas) e Matt “Iceman” Ryan (14 passes para 275 jardas, 3 TD’s e 1 INT). É de salientar o facto dos TD’s do Julio Jones terem sido de 50 e 80 jardas!!!

     31 – 3    

Matt Moore (17 passes para 244 jardas e 3 TD’s), teve com alvo preferencial para os TD’s o TE Anthony Fasano (2 recepções para 38 jardas e 2 TD’s) e o WR Brandon Marshall (8 recepções para 106 jardas e 1 TD), permitindo aos Miami Dolphins (1-7) vencer uns irreconhecíveis Kansas City Chiefs (4-4).

Finalmente, e após 2 derrotas difíceis de engolir (Broncos e Giants), conseguiram a 1ª vitória e “fugir” aos Colts.

     16 – 27    

Drew Brees (27 passes para 258 jardas e 2 TD’s), assim como os RB’s da equipa (28 corridas para 197 jardas e 1 TD – Pierre Thomas) ajudaram os New Orleans Saints (6-3) na vitória sobre os Tampa Bay Buccaneers (4-4), mas acima de tudo permitiu-lhes “esquecer” a derrota embaraçosa da semana passada.

Josh Freeman (27 passes para 281 jardas e 1 TD) tambem teve uma boa exibição, apenas machado por alguns passes para a “No Mens Land”.

    19 – 11    

6ª vitória consecutiva dos San Francisco 49ers (7-1), tendo praticamente garantido a vitória na “sua” divisão!!!

Alex Smith (17 passes para 200 jardas e 1 TD) assim como Franck Gore (19 corridas para 107 jardas), cimentaram a vitória da sua equipa.

Os Washington Redskins (3-5) perderam o seu 4º jogo consecutivo. Tendo, no entanto, terminado um “jejum” de TD’s que durava há 7 periodos, quando marcaram pelo Jaffar Gaffney um TD a passe de John Beck, com 1:10, para jogar.

     38 – 24    

E se o “Tebowing” afinal resultasse?

A verdade é que continuamos a falar de um QB que tem uma precisão no passe, um leque de decisões muito duvidosas, no entanto, 2ª vitória em 3 jogos como titular…

Os Denver Broncos (3-5) não permitiram grandes veleidades aos Oakland Raiders (4-4) na 2ª parte (31-7), tendo conseguido ganhar jardas principalmente em corrida (pois claro, o “distribuidor” é o Tim Tebow!!!)

Wilis McGahee (20 corridas para 163 jardas e 2 TD’s) e Tim Tebow – sim o “tal”, o “escolhido” – (10 passes em 21 tentativas para 124 jardas e 2 TD’s + 12 corridas para 118 jardas), lideraram a reviravolta.

     24 – 17    

1ª parte – 7-17

2ª parte – 17-0

A verdade é que vimos uma equipa baseada em alguns rookies – o QB Andy Dalton (22 passes para 217 jardas e 3 TD’s) e o WR AJ Green (7 recepções para 83 jardas) que estão a “guiar” os Cincinnati Bengals (6-2), vencer os Tennessee Titans (4-4), baseados em jogadores com “créditos firmados” – o QB Matt Hasselbeck (24 passes para 272 jardas e 2 TD’s) e Chris Johnson (14 corridas para 64 jardas), não estão a conseguir apresentar argumentos para chegarem aos Playoffs.

Se quiserem a minha opinião, nenhuma delas vai lá chegar…

P.S. É com estas exibições, que o CJ quer o “famoso aumento”, ao nível dos mais bem pagos da NFL?

     13 – 19    

Estava eu “todo” contente por poder resumir a 2ª vitória consecutiva dos Saint Louis Rams (1-7) sobre os Arizona Cardinals (2-6) (Pedro, pagas o suborno mais tarde), quando Calais Campbell conseguiu bloquear um FG de 42 jardas de Josh Brown, levando o jogo a prolongamento (OT).

Aí, a emoção foi de curta duração, pois, o rookie Patrick Peterson, apanhou um punt, correndo 99 jardas para terminar na End Zone dos Rams…

     24 – 20    

Grande jogo entre duas equipas que optaram pelos passes em detrimento das corridas. Com 2 QB’s inspirados, só poderia acontecer isto: um Festival Aéreo!!!

Eli Manning (20 passes para 250 jardas, 2 TD’s e 1 INT) vs Tom Brady (28 passes para 342 jardas, 2 TD’s e 2 INT’s).

É de salientar que 3 Receivers ultrapassaram as 90 jardas: Wes Welker (9 recepções para 136 jardas), Rob Gronkowski (8 recepções para 101 jardas e 1 TD) e Victor Cruz (6 recepções para 91 jardas).

Tal como na final do Superbowl de 2008, os New England Patriots (5-3) permitiram a reviravolta no final dos New York Giants (6-2) – TD de 1 jarda a passe de Manning para Jake Ballard com 00:15.

 

     45 – 38    

Os Green Bay Packers continuam invictos (8-0), graças ao seu QB – Aaron Rodgers (21 passes para 247 jardas e 4 TD’s – para 4 jogadores diferentes), mas tambem graças ao QB dos San Diego Chargers (4-4) – Philip Rivers (26 passes para 385 jardas, 4 TD’s e 3 INT’s).

Chocante? – Não

O Rodgers está a jogar a um nível extraordinário, atirando lasers, bombas, e permitindo a 4 (!) jogadores marcarem TD’s, se o Calvin Johnson é o “Megatron”, então o Rodgers e o seu “armamento, calculismo e pontaria”, só pode ser o “Optimus Prime”!!!

O Philip Rivers teria tido um jogo fantástico, já que conseguiu pressionar os Campeões em título, até final, no entanto, das 3 INT’s que sofreu, 2 deram em TD’s…

Grande exibição do WR Vincent Jackson (7 recepções para 141 jardas e 3 TD’s).

     23 – 20    

Final

Mc

Charles Brito

Advertisements

4 comments on “Quick Stats

  1. O Rodgers esta a jogar a um nível assombroso. E os WR tão a corresponder muito bem, assim como o Finley. Os Chargers tinham sempre boas coberturas mas os passes do Rodgers foram sempre “milimétricos”. Já a defesa é capaz de provocar(não foram dados…) duas INT’s e conclui-los como TD’s. Mas não conseguiu manter a consistência deixando os Chargers aproximarem-se perigosamente no resultado. De positivo é que quando foi preciso a defesa conseguiu parar o ataque dos Chargers.

  2. algumas vitorias importantes a dos ravens giants jets e broncos vieram lançar estas equipas na corrida aos playoff. os bengals é das equipas que me esta a supreender mais.apesar de eu nao ser fã do culter, grande jogo que fez contra os eagles.Os redskins já gastaram as pilhas? Será que esta equipa dos san francisco é equipa para chegar ao super bowl (pedro ou ricardo) o que acham? Cumprimentos

    • Em relação aos Redskins, as pilhas só duraram enquanto as equipas adversárias não se habituaram ao Rex Grossman a QB, enquanto as defesa colmatou as falhas do ataque e enquanto o ataque em corrida funcionou. Agora já nem o Grossman é o QB titular, nem o Beck é melhor solução do que ele…

      Em relação aos 49ers, eu sou suspeito para falar, mas a minha abordagem por enquanto é a de “wait and see”. Isto porque as 7 equipas que os 49ers bateram têm um recorde combinado de 27 vitórias e 29 derrotas e dessas 7 equipas apenas duas têm um recorde positivo, Detroit e Cincinnati, ambas com 6 vitórias e 2 derrotas, e com um recorde combinado dos adversário de 22 vitórias e 26 derrotas e 16 vitórias e 33 derrotas, respectivamente. Ou seja, as equipas com mais vitórias do que derrotas, que San Francisco bateu, também têm por si só um recorde suspeito. Para mim os Giants serão um bom teste para os 49ers, e far-nos-ão ter uma ideia mais clara daquilo que são os 49ers, pois são um adversário que é líder de divisão isolado e vêm de uma vitória muito moralizadora, apesar de esta semana terem tido de fazer uma viagem de costa a costa dos EUA.

      Por isso parece-me que ainda é cedo para dizer que os 49ers serão capazes de chegar ao Superbowl, até porque para isso teriam de eliminar antes os Packers, e isso não me parece tarefa fácil para nenhuma equipa actualmente.

      Por fim, acho que é inegável que os 49ers esta época estão muitíssimo melhores, e na minha opinião isso deve-se ao treinador Jim Harbaugh, que para mim é um grande motivador, alguém que puxa pelos seus jogadores de modo a que eles possam demonstrar todo o seu talento e que os coloca numa posição e num sistema que é o mais indicado para que as boas características de cada um deles venha ao de cima…

      Falar de Superbowl? Para mim só depois de ver os jogos contra Giants, Ravens e Steelers.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s