Quick Stats

Boas!

Sigam os resumos dos jogos deste Domingo (+ o de Quinta-feira):

     3 – 14    

Nem lesionado, o “Big Ben” (16 passes para 280 jardas, 2 TD’s e 1 INT) deixou de tocar…

Após um Sack violento durante o 2º periodo, Ben Roethlisberger foi ao balneário, mas voltou para o início da 2ª parte do jogo, somando quase 180 jardas…

Com esta vitória, os Pittsburgh Steelers (10-3) colocam pressão sobre os Ravens, na luta pela Divisão (que por sinal jogam contra os Colts…).

Quanto aos Cleveland Browns (4-9) perderam pela 15ª vez nos últimos 16 encontros contra estes rivais de Divisão.

    10 – 24    

Joe Flacco (23 passes para 227 jardas e 2 TD’s) e Ray Rice (26 corridas para 103 jardas e 1 TD) lideraram os Baltimore Ravens (10-3) nesta vitória fácil sobre os Indianapolis Colts (0-13).

De salientar a exibição do OLB – Terrell Suggs que fez 3 Sacks e forçou 3 Fumbles.

A AFC North continua ao rubro…

    31 – 23    

Mais uma vez, Cam Newton (19 passes para 276 jardas, 2 TD’s e 2 INT + 7 corridas para 36 jardas) fez uma boa exibição, e mais uma vez (6ª) os Carolina Panthers (4-9) desperdiçaram a vantagem ou o empate no marcador no último periodo…

Matt Ryan (22 passes para 320 jardas e 4 TD’s) liderou os Atlanta Falcons (8-5) numa reviravolta iniciada na 2ª parte, mantendo a sua equipa na corrida pelo Wild Card.

    20 – 19    

Vitória suada, mas saborosa dos Houston Texans (10-3) que garantiram a sua 1ª presença nos Playoffs, e que graças á derrota dos Titans, venceram a Divisão.

Após estar a ganhar 16-3 ao intervalo, os Cincinnati Bengals (7-6) permitiram a remontada do adversário, com boas exibições de TJ Yates (26 passes para 300 jardas, 2 TD’s e 1 INT), Owen Daniels (7 recepções para 100 jardas), Kevin Walter (6 recepções para 76 jardas e 1 TD) e de Ben Tate (8 corridas para 67 jardas + 3 recepções para 30 jardas).

     28 – 34    

Os Detroit Lions (8-5) pareciam ter o jogo controlado ao intervalo (31-14),  com um início estrondoso, já que marcaram 3 TD’s no 1º periodo, mas foi só apenas após uma perda de bola do QB suplente  dos Vikings- Joe Webb, em território dos Lions, que a vitória se confirmou…

Com 1 TD em cada periodo, os Minnesota Vikings (2-11) estiveram até ao último drive na luta pelo resultado.

Após a sua 3ª intercepção, o QB titular – Christian Ponder (11 passes em 21 tentativas para 115 jardas e 2 TD’s), foi substituído pelo Joe Webb (12 passes para 84 jardas e 1 TD + 7 corridas para 109 jardas e 1 TD) que teve uma corrida de 65 jardas para TD.

Matthew Stafford (20 passes para 227 jardas e 2 TD’s) esteve em destaque, num jogo em que Calvin “Megatron” Johnson (3 recepções para 29 jardas e 1 corrida para 11 jardas) esteve desaparecido do jogo…

Com esta vitória, e com a derrota dos Bears, os Lions têm fortes possibilidades de obter um dos Wild Cards.

Os Vikings, colocaram-se em boa posição, para o Draft (RG3 ou Keenum?).

    14 – 41    

Os 4 TD’s marcados pelo Maurice Jones-Drew (27 corridas para 85 jardas e 2 TD’s + 6 recepções para 51 jardas e 2 TD’s) permitiram a reviravolta no resultado, tendo os Jacksonville Jaguars (4-9) embalado e marcado 41 pontos sem resposta dos Tampa Bay Buccaneers (4-9), que até tinham começado bem, com 2 TD’s de LaGarrett Blount (18 corridas para 74 jardas e 1 TD) e de Josh Freeman (16 passes para 180 jardas + 4 corridas para 26 jardas e 1 TD), mas de facto vergaram perante a exibição do MJD em particular…

     26 – 10    

3 Turnovers no espaço de 9 minutos e os 9 Sacks durante o jogo, permitiram à defesa dos Philadelphia Eagles (5-8) colocar um ponto final na série de vitórias dos Miami Dolphins (4-9).

O regresso de Michael Vick (15 passes em 30 tentativas para 208 jardas, 1 TD e 1 INT) após lesão, foi algo apagado, num jogo em que LeSean McCoy (27 corridas para 38 jardas e 2 TD’s) e DeSean Jackson (4 recepções para 59 jardas e 1 TD) marcaram os TD’s dos Eagles, fazendo recordar o regresso do Duo Dinâmico de outros tempos…

Do lado dos Dolphins, Reggie Bush (14 corridas para 103 jardas) voltou a estar em bom plano.

    10 – 37    

Mark Sanchez (13 passes para 181 jardas e 2 TD’s + 2 corridas para 4 jardas e 2 TD’s) fez provavelmente a sua melhor exibição da época, num jogo em que Shonn Greene (24 corridas para 129 jardas e 1 TD) voltou a ultrapassar a barreira das 100 jardas.

O domínio dos New York Jets (8-5) não foi verdadeiramente contestado pelos Kansas City Chiefs (5-8), neste jogo, permitindo-lhes manterem-se na corrida pelos Playoffs.

    22 – 17    

Num jogo em que se tornou apenas no 2º QB da Liga (Johnny Unitas – 48) a fazer passes para TD em 40 jogos consecutivos, Drew Brees (36 passes para 337 jardas e 2 TD’s) sofreu para conseguir ultrapassar a barreira montada pelos Tennessee Titans (7-6), já que foi apenas no último periodo que conseguiu a “ligação” com Marques Colston (7 recepções para 105 jardas e 2 TD’s) com 2 TD’s de 35 e 28 jardas.

Os Titans, que mais uma vez ficaram sem o seu QB titular – Matt Hasselbeck – por lesão, tiveram boas exibições de Jack Locker (13 passes para 282 jardas e 1 TD + 6 corridas para 36 jardas e 1 TD) e de Nate Washington (6 recepções para 130 jardas e 1 TD) que mantiveram acesa a disputa pelo resultado até ao último drive.

Com esta vitória, e dado o amálgama de resultados, os New Orleans Saints (10-3) garantiram a passagem os Playoffs.

     34 – 27    

Noite de recordes e de grandes exibições:

Nesta que foi a 1ª vitória dos New England Patriots (10-3) em casa dos Washington Redskins  (4-9), Tom Brady (22 passes para 357 jardas, 3 TD’s e 1 INT) e Rob Gronkowski (6 recepções para 160 jardas e 2TD’s) estiveram em especial destaque.

Aliás, com estas recepções para TD’s, “The Gronk” bateu o recorde de TD’s recepcionados por um TE durante 1 época (15), ultrapassando as marcas obtidas por Antonio Gates (13 – 2004) e Vernon Davis (13 – 2009).

Roy Helu (27 corridas para 126 jardas)  tornou-se no 1ª RB – Rookie dos Resdskins, a ultrapssar a barreira das 100 jardas em corrida em 3 jogos consecutivos.

Wes Welker (7 recepções para 86 jardas e 1 TD) tornou-se no 3º WR da Liga, a obter a sua 4ª época com pelo menos 100 recepções (Jerry Rice e Marvin Harrison).

No entanto, e mais uma vez, a defesa dos Patriots esteve aquém do esperado, permitindo uma máximo da temporada para os Redskins de 463 jardas, algo de preocupante quando estamos tão perto da fase decisiva da temporada.

P.S. Isto é que é profissionalismo e carácter, pois mesmo com os números apresentados (4ª época com pelo menos 4.000 jardas), Tom Brady teve uma discussão acesa com o Staff técnico após ter atirado para 1 Intercepção.

     19 – 21    

Neste jogo, e mais uma vez, o Sr. “62 milhões” lesionou-se, tendo sido substituído pelo John Skelton (19 passes para 282 jardas, 3 TD’s e 2 INT’s) que voltou ao activo, fazendo brilhar, aquele que para mim é o WR mais espectacular da Liga – Larry “Siamese Fighting Fish” Fitzgerald (7 recepções para 149 jardas e 1 TD), nomeadamente numa recepção de 46 jardas em que ele saltou fazendo uma rotação de 180º para “roubar” a bola no ar mesmo em frente ao defesa adversário.

Como diz o Ricardo Silvestre e muito bem, “quando se tem o Fitzgerald na equipa, só temos de atirar a bola para aquela zona, porque ele fará o resto”, e pelos vistos o Kelvin Kolb não percebe isso…

Com esta derrota, os San Francisco 49ers (10-3) deixaram aproximar-se os Saints na batalha por 1 semana de descanso evitando o Wild Card Game.

Os Arizona Cardinals (6-7) mantêm-se na corrida pelos Playoffs (tiro no escuro), mas devem no meu entender esquecer que deram 62.000.000 por um QB daquele nível, e colocar definitivamente o Skelton a tiutlar (não é Bom, mas sempre faz melhor que o Kolb).

     10 – 13    

Mais uma vitória “estranha” dos Denver Broncos (8-5) desta vez sobre os Chicago Bears (7-6), levando-os inclusive para a liderança da sua Divisão.

Num jogo em que as defesas abafaram os ataques, teríamos de aguardar pela 2ª parte, para ver pontos.

Um TD de Marion Barber (27 corridas para 108 jardas e 1 TD) e um FG de 57 jardas de Robbie Gould viriam a dar uma vantagem de 10-0 a 3:53 do final do jogo.

Mas como já estamos habituados esta época, os Broncos “acordaram” fazendo um forcing final que lhes permitiu igualar o resultado com um TD de Demaryus Thomas (7 recepções para 78 jardas e 1 TD) e um FG de Matt Prater de 59 jardas com apenas 0:53 para jogar.

No prolongamento?

Mais do mesmo: os Bears ganham a moeda ao ar, começando a atacar, e chegando ás 40 jardas dos Broncos (poderiam tentar um FG) insistindo na corrida de Marion Barber que viria a ter a única perda de bola de toda a partida, situação esta que permitiu aos Broncos recuperar a bola e chegar a distância suficiente dos postes para Matt Prater marcar o FG da vitória (51 jardas).

     16 – 46    

Quando se podia pensar que os Green Bay Packers (13-0) poderiam começar a desacelerar, eles estão a fazer exactamente o contrário, neste que foi uma exibição quase perfeita de toda a equipa…

Aaron Rodgers (17 passes para 281 jardas, 2 TD’s e 1 INT), Ryan Grant (10 corridas para 85 jardas e 2 TD’s), Jordy Nelson (3 recepções para 81 jardas e 1 TD) e a defesa dos Packers (1 Sack, 4 INT’s e 1 FUM REC) estiveram na base desta vitória que roçou a “Goleada”.

Os Oakland Raiders (7-6) têm a vida mais complicada nesta louca AFC West…

     10 – 37    

Regresso dos Super Chargers, com Philip Rivers (24 passes para 240 jardas e 3 TD’s) e Antonio Gates (7 recepções para 68 jardas e 2 TD’s) e Ryan Matthews (20 corridas para 114 jardas), a permitirem aos San Diego Chargers (6-7) manterem-se na corrida pelos Playoffs.

Os Buffalo Bills (5-8) tiveram no WR – Steve Johnson (4 recepções para 116 jardas) a única exibição á altura. Este que era uma equipa que prometia imenso no início da época, mas hoje está a milhas de praticar o “Football” que exibiu (estranho é essa quebra de rendimento ser coincidente com a renovação do contrato do QB – Ryan Fitzpatrick, $$$?).

     37 – 34    

Final – “Duelo da Semana”

Mc

Charles Brito

Advertisements

7 comments on “Quick Stats

  1. Touchdown COWBOYS!!!

    Let´so go Cowboys!!!

    Após um mau inicio de jogo grande drive agora do Romo…

    Vamos lá ganhar este importantíssimo e dificil jogo contra os Giants e distanciarmo-nos na liderança da divisão

    E quanto aos jogos de hoje: em denver acontece com cada coisa ;), grande reviravolta dos broncos!! os bears como me tinha dito terião muitas dificuldades sem o cutler e a juntar o forte, sem hipótese…

    lions e falcons na luta pelo wild-card não vacilaram…

  2. Que noite trágica em dallas… mais uma vez perde-se um jogo que tava ganho… sofrer 2 TD nos ultimos 5 minutos… caminho muito dificil para os play-off agora, quase obrigatorio ter de ganhar todos os jogos até ao fim (incluindo os Giants fora…) Muito dificil…

  3. Ricardo como está esse coração??!!Um Jogo de promenores, ainda os Playoffs são possiveis para os cowboys a vida de kicker na nfl não é fácil, o Eli esta a fazer uma grande epoca.estes jogos dos broncos parecem filmes do hitchcock.

    cumprimentos,
    rui

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s