Quick Stats

Boas!

Antes de mais queria pedir desculpa aos nossos visitantes pelo atraso na publicação deste artigo, mas o “isolamento” que provoca este periodo Natalício, impediu-me de fazer uma das coisas que mais gosto: Trazer-vos a minha análise dos jogos da Semana, mas permitiu-me fazer outras, não menos importantes, como comer Rabanadas, Arroz Doce, Filhós, Aletria quentinha… Isto tudo numa mesa onde infelizmente, só se fala de Soccer…

Assim sendo, e na esperança de que o espírito desta época vos tenha trazido tudo aquilo que desejam (e um pouco de clemência pela minha falha), remeto-vos com Data-valor (sim, sou Bancário, portanto, posso sempre usar este termo, quando bem entender) o resumo dos jogos da semana 16.

     16 – 19    

Quem se lembrava de um último drive vitorioso para o lados de Indianapolis?

Eu, vou ser sincero: Não me lembro!

Quase que dei por mim, a recordar esses tempos áureos e “longínquos” em que as equipas que visitavam os Colts só podiam dar a vitória por garantida após o apito final…

Não tivemos “Big Plays” nem Peyton Manning, nem André Johnson, entre outros, mas tivemos um jogo emotivo (não tão bem jogado como poderia ter sido se todos os intervenientes estivessem a jogar).

Vitória sofrida dos Indianapolis Colts (2-13) sobre uns ireconhecíveis Houston Texans (10-5), num jogo em que os Colts ganharam 244 jardas pelo ar, 95 jardas em corrida e 84 graças ás penalidades infligidas aos Texans…

Aconteceu um episódio caricato neste jogo, sendo que não consigo resistir em narrá-lo:

Numa jogada em que Dan Orlovski (23 passes para 244 jardas e 1 TD) atirou contra o corpo de do DE –  J.J. Watt (esteve no melhor e no pior da defesa dos Texans), vimos o Reggie Wayne (8 recepções para 106 jardas e 1 TD) repreendê-lo, acenando para o lado esquerdo do terreno, indicando-lhe que se atirasse a bola para aquele lado, ele estaria lá, que podia contar com ele naquela parte do campo…

E a verdade é que com apenas 00:19 para jogar, Dan Orlovski atirou… para a esquerda, onde estava… Reggie Wayne para recepcionar o TD da vitória..

Agora os Texans, que já garantiram a vitória, têm de “acordar” pois os Playoffs estão à porta e não podem continuar a depender do Undrafted – Arian Foster (23 corridas para 158 jardas e 1 TD + 3 recepções para 16 jardas)…

P.S. E afinal, não havia uma campanha “Suck for Luck”?

     14 – 20    

Jogo fraco entre os Cleveland Browns (4-11) e os Baltimore Ravens (11-4), que ficou decidido na 1ª parte.

Peyton Hillis (24 corridas para 112 jardas) e Ray Rice (23 corridas para 87 jardas + 3 recepções para 48 jardas e 1 TD) foram os principais municiadores de ambos os ataques.

Assim sendo, os Ravens estão cada vez mais perto de ganhar a sua Divisão (falta “só” @Bengals) para poderem ganhar um “bye week” nos Playoffs.

     14 – 40    

No pior jogo da Era “pós-Tebow”, os Buffalo Bills (6-9) cilindraram os Denver Broncos (8-7) colocando em perigo a sua ida aos Playoffs…

Num jogo em que Tim Tebow (13 passes para 185 jardas, 1 TD e 4 INT + 10 corridas para 34 jardas e 1 TD) fez mais passes para TD, para os jogadores adversários do que para os jogadores da equipa dele (2), os Broncos puseram-se a “jeito” para receberam os Chiefs, de um certo Kyle Orton, que deve ter algumas contas a ajustar…

     16 – 48    

Mais uma noite de recordes para Cam Newton (12 passes para 171 jardas e 3 TD’s + 6 corridas para 65 jardas e 1 TD) que no mesmo jogo, tornou-se no Rookie QB com maior número de jardas ganhas em passe numa época (recorde que só pertencia a um Sr. chamado Peyton Manning) e fez o passe mais longo para TD da Organização (91 jardas para Brandon LaFell).

Num jogo em que os Carolina Panthers (6-9) marcaram 6 TD’s, por 5 jogadores diferentes, os Tampa Bay Buccaneers (4-12) foram vergados estando a milhas do rendimento apresentado na época passada.

Ainda existem dúvidas sobre o Rookie do Ano?

     16 – 23    

Outro grande Rookie QB em grande: Andy Dalton (18 passes para 154 jardas e 2 TD’s), já que se tornou apenas no 4 QB a fazer pelo menos 20 passes para TD na sua época de estreia na NFL.

No entanto, nem tudo foram facilidades já que mesmo perdendo por 23-0, os Arizona Cardinals (7-8) estiveram perto do empate, mas uma escorregadela de Early Doucet, terminaria com as aspirações dos Cardinals, no jogo assim como em poderem chegar aos Playoffs…

Momento do jogo:

Salto Mortal de Jerome Simpson por cima de um defesa aterrando com os 2 pés na End Zone: IMPERDÍVEL!

Desta vez, não houve nem prolongamento, nem reviravolta para os Cardinals, já que os Cincinnati Bengals (9-6) conseguiram segurar uma vitória preciosa, que os mantêm com a 6ª seed.

P.S. Que bom é ver Larry Fitzgerald (6 recepções para 105 jardas e 1 TD) ser abastecido com passes…

     16 – 13      

Mais um jogo emotivo, e que apenas foi decidido no prolongamento, por um FG de Sebastian Janikowski…

Vitória importante dos Oakland Raiders (8-7) sobre os Kansas City Chiefs (6-9) mantendo assim a esperança na luta pela AFC West.

O final do tempo regulamentar foi absolutamente frenético, tendo havido TD’s, empates e um FG bloqueado para os Chiefs, numa partida em que ambos os QB’s estiveram num plano mediano (aliás, como o são geralmente): Carson Palmer (16 passes para 237 jardas, 1 TD e 2 INT’s) e Kyle Orton (21 passes para 300 jardas, 1 TD e 2 INT’s).

     24 – 27    

Existiram dos jogos nesta partida:

1º – Os Miami Dolphins (5-10) ganharam a 1ª parte por 17-0!

2º – Bill Bellichick teve uma conversa ao intervalo, que foi descrita por alguns jogadores como: censurável, irrepetível na imprensa e descomunalmente mal-humorada, que, pelos vistos acordou a equipa, levando-os á vitória final (e a única que interessa)…

Com esta vitória, os New England Patriots (12-3) garantiram a “bye week” em mais uma grande exibição de Tom Brady (27 passes para 304 jardas e 1 TD + 9 corridas para 17 jardas e 2 TD’s).

     29 – 14    

Na tão badalada batalha de Nova Iorque (ou Nova Jérsia), enfrentaram-se 2 equipas desesperadamente a necessitar da vitória, para manterem as aspirações desta época, e neste jogo entre “big brother” e “little brother”, ganhou… o mais velho, o menos amado (pelo menos até sábado passado) e o menos mediático.

Os New York Giants (8-7) dominaram quase por completo os New York Jets (8-7), num jogo em que Victor Cruz (3 recepções para 164 jardas e 1 TD) bateu 2 recordes da equipa: “mais jardas recepcionadas numa época” e “passe mais longo recepcionado para TD (99)”.

Assim, os Giants precisam de ganhar ou empatar contra os Cowboys, para garantirem os Playoffs, enquanto que os Jets, precisam de ganhar aos Dolphins e esperar uma série de resultados favoráveis (acompanhem o artigo que o Pedro Viana vai publicar esta semana).

P.S. O Brandon Jacobs apenas disse ao Rex Ryan, aquilo que eu penso há muito: “It’s time to shut up, fat boy!”

     0 – 27    

Jogo de sentido único, em que os Metalúrgicos cilindraram os débeis Saint Louis Rams (2-13), mesmo sem contar com o seu QB titular – Ben Roethlisberger.

O jogo em corrida, principalmente, de Rashard Mendenhall (18 corridas para 116 jardas e 1 TD) foi a chave do sucesso, num jogo em que os Pittsburgh Steelers (11-4) conseguiram manter vivas as suas esperanças na luta pela Divisão.

     17 – 23    

Que pena é ver um jogador com a qualidade de Maurice Jones-Drew (24 corridas para 103 jardas e 1 TD) numa equipa tão mediocre…

Vitória dos Tennessee Titans (8-7) sobre os Jacksonville Jaguars (4-11), numa partida em que Rob Bironas marcou 3 FG’s e Matt Hasselbeck (24 passes para 350 jardas, 1 Td e 2 INT’s) teve uma 1ª parte insipiradíssima…

Assim, os Titans mantêm-se na luta pelo acesso aos Playoffs…

     33 – 26    

Mesmo perdendo jogadores como Adrian Peterson e Christian Ponder (ambos por lesão), os Minnesota Vikings (3-12) conseguiram ganhar ao Washington Redskins (5-10) virando o resultado já com Joe Webb em campo (4 passes em 5 tentativas para 84 jardas e 2 TD’s + 5 corridas para 34 jardas e 1 TD) que viria a tornar-se a par de Toby Gerhart (11 corridas para 109 jardas) nas figuras do jogo…

     10 – 35    

Jogo que à priori seria de escolha múltipla, mas não foi tão equilibrado conta se pensava.

E pela 1ª vez desde 1999, os Detroit Lions (10-5) vão aos Playoffs…

E pela 2ª vez consecutiva, os San Diego Chargers (7-8) não vão chegar lá… Bye Bye Norv Turner?

Mais uma vitória conseguida tendo como base “Big Plays” entre o duo Matthew Stafford (29 passes para 373 jardas e 3 TD’s) e Calvin Johnson (4 recepções para 102 jardas e 1 TD).

     20 – 7    

Jogo sem intensidade nem interesse, onde apenas os Philadelphia Eagles (7-8) quiseram alguma coisa (pouca) com isto…

A vitória dos Giants tinha eliminado os Eagles da luta pelos Playoffs, e levaria os Dallas Cowboys (8-7) a pouparem-se para o escaldante duelo da próxima semana, que irá ditar tudo…

Pena para os espectadores… Mas numa equipa tão atormentada por lesões, não se pode nem deve arriscar perder mais alguem…

Boa exibição de Michael Vick (18 passes para 293 jardas e 2 TD’s), mas a verdade é que este jogo teve tanto de intenso, como um filme de Bergman…

     19 – 17    

Num jogo muito táctico, foi David Akers que ao marcar 4 FG’s, fez pender a balança para o lado dos San Francisco 49ers (12-3) em detrimento dos Seattle Seahawks (7-8) que perderam as poucas esperanças que ainda tinham em chegar aos Playoffs. Com esta marca, David Akers bateu o recorde de FG’s numa época (42).

Assim, continuam na luta, juntamente com os Saints, pelo 2º seed.

Marshawn Lynch (21 corridas para 107 jardas e 1 TD) marcou um TD pelo 11º jogo consecutivo, demonstrando que está a mais nesta equipa.

     21 – 35    

Vitória justa dos Green Bay Packers (14-1) sobre os Chicago Bears (7-8) que garantiram o 1º seed da NFC, ou seja, garantiram jogar até ao SuperBowl em casa, atirando os Chicago Bears, para fora dos mesmos…

No 1º jogo, em que passa para 5 TD’s, Aaron Rodgers (21 passes para 283 jardas e 5TD’s) “encontrou” Jordy Nelson (6 recepções para 115 jardas e 2 TD’s), James Jones (4 passes para 50 jardas e 2 TD’s) e Jermichael Finley (3 recepções para 20 jardas e 1 TD).

Mc

Charles Brito

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s