Manning… Peyton Manning

Boas!

Numa altura em que o grande vencedor da época é o Eli Manning, todas as atenções continuam (sim, mesmo durante o Superbowl, muitas das perguntas eram sobre o Peyton) centradas no seu irmão mais velho…

Questionaram os principais actores do jogo do ano, com perguntas sobre o Peyton (tendo em conta que os QB’s em jogo estão estreitamente ligados a ele, ou não fosse um o seu irmão e o outro o seu principal rival)

– Como se sentem em jogar a final em casa do… Peyton?

– Como serão comparados os irmãos sabendo que o menos “talentoso” tem mais aneis?

– Como se sentirá Tom Brady após mais uma derrota no Superbowl, não podendo assim entrar no lote dos QB’s que possuem 4 aneis, e assim descolar da sombra “Peyton”?

Por estas e por outras, confirmam-se as opiniões de que estamos perante um futuro “Hall of Famer” e possivelmente da mais cintilante das estrelas da Constelação da NFL…

Assim sendo, e dado estarmos numa fase de completa indecisão sobre o futuro dele, decidi arriscar e opinar sobre algumas das possibilidades (as mais fortes para mim) que se apresentam perante o “Buzz” criado á volta dele:

– REFORMA:

Será provavelmente a solução que criará mais divisão, pois de um lado teremos os “fanáticos” que deixarão de poder ver actuar um jogador que marcou um Era, e de outro lado, os “puristas” que preferem guardar a imagem de um “QB de excelência” em vez de um possível “QB limitado” ou até de um ex-jogador com sérios problemas de saúde porque arriscou continuar a jogar… Tenho é uma certeza: Não irá para a reforma se estiver apto fisicamente e tiver autorização médica…

Prós: Sair enquanto continua em grande, continuando para sempre ligado aos Colts, e á sua cidade.

Contras: Acredito estarmos perante um jogador demasiado competitivo, para abandonar a modalidade, sem ser impedimento médico/saúde.

.

COLTS:

Será provavelmente a hipótese mais apetecida pelos fãs e pelo próprio Peyton, já que como afirmou mais do que uma vez, quer ficar ligado á cidade e terminar lá a carreira. No entanto, até Março, a Organização terá de accionar uma “option” de 28.000.000$ se ele se mantiver na equipa, situação um pouco arriscada, pois o jogador tem histórico clínico e é de facto, uma quantia muito elevada, além de estarmos perante um jogador em fase descendente da carreira (+ 2/3 anos), tendo a sua ausência “permitido” aos Colts, poder seleccionar no Draft, um “prospect” caracterizado como o melhor desde… Peyton Manning

Prós: Terminar em beleza uma carreira fantástica ficando para sempre ligado a uma organização e uma Cidade que ele próprio ajudar a “crescer”.

Contras: De facto, está próximo do final de carreira, sendo pouco provável, encontrar um substituto como o “promissor” Andrew Luck (não sendo muito viável a co-habitação dos dois) que poderá permitir o renascer de uma equipa competitiva durante largos anos.

.

CARDINALS:

Esta será possivelmente a opção que menos agrada ao Pedro Viana, mas que agradaria mais aos fãs da modalidade e do QB. Pois na NFC West (aparentemente acessível, permitindo um acesso aos Playoffs), teríamos na mesma equipa: Peyton Manning, Larry Fitzgerald, Beanie Wells, Patrick Peterson… Resumindo muito e boa gente que tornaria ainda mais díficil a vida aos Rams…

De facto, em Arizona, muita gente já deve estar a sonhar com essa possibilidade…

Prós: Peyton poderia continuar a jogar, numa equipa e numa Divisão á priori sinónimos de sucesso…

Contras: Só mesmo para o Pedro…

.

REDSKINS:

Shanahan e Manning! Uma dupla que poderia fazer o sucesso regressar a Washington, numa equipa disposta a gastar dinheiro para recuperar o estatuto há muito perdido.

Prós: All mighty Dollar!!!

Contras: Jogar na mesma Divisão que os Cowboys (mais uma dor de cabeça para o Ricardo), Giants e Eagles… Difícil…

Com quem jogaria Peyton? Quem o protegeria? A quem é que ele iria passar a bola? Muitas dúvidas por esclarecer…

.

DOLPHINS:

Reforma antecipada debaixo do sol da Flórida?

Esta é a possibilidade que muitos preferem, pois trata-se de uma equipa renovada, que possui bons atributos e poderá aliar o jogo em corrida de Reggie Bush, com o jogo em passe de Peyton Manning. Poderia tambem jogar 2 vezes por ano contra… Tom Brady (o duelo dos duelos).

Prós: Sol, “boa” equipa, Brady (x2) e o facto de ter uma casa lá… O calendário de Miami é muito, mas muito acessível na próxima época, principalmente nos jogos fora (com uma visita de sonho a Indiannapolis…)

Contras: Falta de WR’s de qualidade – Brandon Marshall teria possibilidades de dar o salto qualitativo e Reggie Bush não poderá fazer tudo, embora possa ser enquadrado como uma alternativa válida.

Façam as vossas apostas…

Advertisements

28 comments on “Manning… Peyton Manning

  1. concordo com toda a tua excelente análise, mas ainda junto às hipóteses os NY Jets, hipótese que tem sido defendida pela péssima época do Mark Sanchez e pelo factor de o Peyton não se importar de viver em NY e na mesma cidade que o irmão e restante família do irmão.

  2. Na minha opinião e pelo que tenho acompanhado através dos sites e TVs americanas o Peyton vai ficar em Indianapolis.
    O que é pena, porque a mim agradáva-me uma de outras duas opções. Ir para os Cardinals que significaria que teria-mos mais 2/3 anos de “PeytonShow” pois acho que um bom QB é o que falta à equipa de Arizona para se tornar numa equipa fortíssima. Ou então, ir para Miami pois assim teria-mos como dizes dois duelos garantidos com o grande Brady, que são sempre jogos com um “condimento” especial.

    • Boas João Paulo,
      Acredito estarmos perante uma “novela” que vai durar…
      De facto, de todas as hipóteses que apresentei, só 2 têm, á priori, possibilidades de sucesso desportivo imediato: Colts e Cardinals.
      Espero é que a hipótese REFORMA, não se confirme, pois mesmo não sendo fã dos Colts, sempre foi um dos jogadores que mais admirei, e significará que ele está bem fisicamente, e que as debilitações físicas que possui não o impedirão de voltar…

  3. Gostei do artigo, penso que o melhor para quase todos (ele, e amantes da nfl era ir para os cardinals, que dupla com o fitzgerald… e mesmo para os colts, porque analisando friamente e com emoções de parte e sendo o luck mesmo bom como dizem faz mais sentido apostar no luck e assim garantir 10/15 anos de bom rendimento…) e indo para os caridnals teriamos uma NFC com 4 ou 5 super favoritos ao superbowl, Giants, saints, packers, cardinals,e os cowboys (lol só por ser a minha equipa…) que luxo de equipas…

    Acho que ir miami ou washington não seria bom para a carreira desportiva dele porque ia andar a passar bolas para o ar que aquilo de receivers de qualidade tá escasso…

    a divisão dos redskins são os cowboys, os eagles e os giants (não os jets ;), os giants é que são o carrasco dos cowboys, já não chega terem-nos ganho 2 jogos e tirado dos play-off como ainda ganham o superbowl, e ainda por cima desde que sigo nfl já ganharam 2 vezes… os cowboys quase só os vejo mesmo na fase regular…

    Abraço

    • Boas Carlos, De facto tens razão enganei-me, trocando os Giants pelos Jets, mas como expliquei anteriormente, a possibilidade Jets deu-me muito que pensar. Trocarei esse dado ASAP.
      Quanto aos Cards, està tudo dito.

    • Olá Carlos!

      Então em 5 favoritos ao próximo Super Bowl não colocas os New England Patriots?
      Brady, Green-Elis, Headwood, Gronkowski, Hernandez, Welker e Branch não chegam para entrar na tua lista de favoritos? Eu sei que a defesa (ainda) não é brilhante, mas… acho que vamos ter de contar com eles denovo para o ano!

      Um abraço!

  4. só mais uma achega, eu acho que dinheiro e bom tempo à parte, caso o peyton saia de indianapolis, com o lifetime que lhe resta vai querer obrigatoriamente escolher uma equipa que seja um potencial superbowl contender. por isso não acredito na hipótese miami nem na hipótese redskins (que vão dar esta vida e a outra p subir no draft e escolher o RGIII), apontaria mais para os cardinals ou até para alguma surpresa como os texans (servindo ao mesmo tempo de master yoda do t.j.yates, que ainda tem muito por onde evoluir). também se falou da hipótese peyton aqui em cleveland, mas lá está… não tem um ataque que lhe dê as garantias que terá em phoenix ou em houston (ou até nos jets).

    • Sim, o “Sol” foi em jeito de piada. Nunca ele voltaria para ser +1… Os Cards são como disse a melhor hipotese para ter sucesso já mas os Dolphins têm um plantel renovado, com muito potencial e com ” espaço” para mais algumas peças que seriam facilmente encontradas em rondas avançadas do draft. Mas acima de tudo, um calendario muito acessivel. Se ele tiver essa hipotese, e sentir um bom projecto numa boa equipa, jogar contra Brady, vai ser fundamental na sua escolha.

      • e olha que no Sportscenter hoje de manhã estavam a dizer que a força do braço dele ainda estava a 30%. eu sei que para o início de época ainda falta muito, mas para a decisão de free agency é um ápice 🙂

      • So saberemos a verdade, quando as partes interessadas quiserem, ate la so teremos especulacao. “Nao consegue atirar para a esquerda”, “Tem o braco mole”, “Nao pode sofrer sacks sob pena de agravar a lesao”…

    • Texans??? Nao acredito… Matt Schaub està bem e recomenda-se. Depois dos Playoffs este ano, Houston tem legitimas esperancas se tiverem a equipa toda e toda a epoca (Schaub, Andre Johnson, Arian Foster, Mario Williams, JJ Watt, mais alguns que apareceram esta epoca e com as escolhas do draft), resumindo, acredito que vem dias felizes para Texas… Sem Peyton Manning. Cleveland? No way!

  5. Quando, há uns dias, li Peyton e Cardinals na mesma frase fiz logo um valente sorrido. 😀

    Lembrando o que já disseram atrás, pode ser que desta o Fitzgerald tendo um QB a sério. Para mim é dos melhores senão o melhor WR em actividade da NFL, pena é ter os QBs que tem.

    Segundo percebi na altura, quando foram ao superbowl com os Steellers, disseram muito mal do QB da altura mas acho que hoje estão bem arrependidos. Até hoje, desde esse campeonato, não arranjaram mais nenhum Kurt Warner (Acho tem este nome). E, pelo menos, para mim se mostrou o melhor WR da competição, Fitzgerald. Mesmo eu gostando muito dos Packers, esse foi o meu primeiro SuperBowl e mesmo perdendo sempre gostei dos Cardinals e pode ser que este ano eles apareçam com o Peyton.

    Abraços.

  6. Acho que Miami ele não vai. O ofensive coordinator dos Packers (Joe Philbin) foi para head coach e quase de certeza que vai buscar o Mat Flynn para QB. Miami é uma equipa para começar a reconstruir.

    Jets – Dúvido que queira ir para um balneário cheio de cobras e os média ao mínimo fracasso iriam começar a querer queimar. Rex Ryan + Peyton não me parece uma boa mistura.

    Washington… Jogar na mesma divisão que irmão?! Duvido muito que o Archie o permita!

    Cardinals parece-me uma boa hipótese para ser sincero.

    Quanto a continuar nos Colts acho que não. O GM está a limpara a casa e quer construir uma nova equipa para o futuro. Ser suplente do Peyton não seria bom para o Andrew Luck uma vez que o gajo nos treinos não deixava os backup QB crescer.

  7. Fala-se tanto nos 62 milhões do Kolb, mas atenção que só 20 milhões é que são garantidos para ele, ou seja em boa verdade, se neste momento os Cardinals o mandarem embora só ficam “a arder” em 20 milhões. Não é pouco, mas sempre é menos de 1 terço de 62 😉

    • Boa solução! Mandam embora o Kolb e contratam o Peyton, mas só se ele estiver mesmo bem.

      Prefiro como comentador, ou lá o que ele queira fazer fora do campo, do que ve-lo a ficar deitado em campo.

  8. Por falar em QB, que acham da renovação (ainda em conversação) do Flacco, acham que ele é um QB bom para baltimore e que os pode levar ao proximo nível (superbowl)?? ou baltimore é forte principalmente ddevido á defesa e ao ray rice e precisam de um QB superior?? É que li que que ele acaba contrato após a epoca de 2012, essa é a proxima ainda certo, não se refere a esta que terminou, pois não?

    E por falar em regressos, que acham dos possiveis regressos do moss e do T.O.??

    Não sei se já pensaram ou se já alguém sugeriu, mas e que tal um podcast de análise de free-agents e para onde poderiam ir, quais os mais atrativos, onde se poderiam encaixar melhor… é uma ideia 😉

    Abraço

    • Carlos,
      De facto acredito que Flacco pode ser o QB que levará os Ravens ao sucesso, pois, os problemas de Baltimore não são da sua exclusividade, já que falamos de uma equipa talhada para grandes lutas com uma das melhores defesas de sempre desta liga, mas como todos sabem, eles estão juntos há muitos anos, o que faz com que já não tenham muitos anos pela frente.
      Os WR’s não são fantásticos e a estrela sua estrela – Ray Rice, vai custar bastante dinheiro este ano (acredito que vai receber o “Franchise”).
      Resumindo, Joe Flacco é um dos bons Qb’s desta liga, não sendo de facto um TOP5, mas não será provavelmente por causa dele, que os Ravens não atingirão os seus objectivos.
      Quanto ao Randy Moss e ao T.O. nem sei o que pensar…
      Sinceramente? Acredito que vão continuar sem jogar…

  9. na minha opinião era muito bom que fosse para miami assim a minha equipa tinha um qb de jeito para variar e o melhor wr do pro bowl ia fazer um brilharete….

  10. Quem esperaria que o Peyton fosse escolher os Denver?? Eu pelo menos não…Pensei que fosse para Miami, apanhar sol e preparar a pré-reforma, mas afinal a NFL sempre tem destas coisas. Charles enganou-se outra vez !!! loool…
    Abraço
    Vasco Lopes

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s