Ups and down para a offseason 2012

Up and Downs” para jogadores e equipas no defesa antes da época de 2012-13.

A carreira de 14 anos de Peyon Manning em Indianapolis chegou ao fim

Em alta

Jim Irsay –  dono dos Colts. Não gasta 28 milhões de dólares num contrato de 4 anos com um jogador em final de carreira e com problemas físicos e neuronais que podem ser de grande importância. Igualmente dá a oportunidade daquele que for a primeira escolha do draft ser o QB do presente da organização.

Peyton Manning – antigo QB dos Colts. Livre sem restrições para entrar no mercado de free agents, com uma qualidade reconhecida e mais alguns anos de mais alto nível como jogador. Para além disso é um dos melhores jogadores na sua posição e pode ser a peça que falta para um candidato ao Super Bowl

Em baixa

Jim Irsay –  dono dos Colts. É bom para Irsay que Manning esteja verdadeiramente “acabado”. Se Peyton ganha um Super Bowl na outra equipa, o dono dos Colts vai ficar a ser conhecido pelo dono que, não só deixou sair Manning antes de tempo para ganhar um título com outra equipa, como inclusive vai ser aquele que é conotado com uma “filosofia” de gestão onde, mais uma vez, um jogador emblemático, uma “instituição” local, o jogador que colocou a “equipa no mapa”, é lhe mostrada a porta sem “respeito” pelo sua carreira.

Peyton Manning – antigo QB dos Colts. Se é dispensado pelos Colts, o que poderá isso querer dizer sobre o seu estado de saúde e a sua capacidade de uma recuperação completa e de tornar a ser o QB temível que foi estes últimos anos. Se Peyton for para uma nova equipa e não estiver a um alto nível, todos vão pensar que os Colts fizeram bem em o deixar sair.

Advertisements

11 comments on “Ups and down para a offseason 2012

  1. vi a conferencia de imprensa foi muita emotiva, acho que foi bonito o facto dos colts retirarem o numero 18 em sua homenagem, depois de Unitas nunca houve um jogador com um impacto tao grande nos colts.Agora o futuro é que vai dizer se foi uma decisão acertada dos colts. a epoca 2012 da nfl já está a aquecer 🙂

  2. Boas,

    Sendo completamente honesto, não sou grande fã do Peyton nem dos Colts. Claro que ele é um QB fantástico, os Colts são uma grande organização, mas é mesmo daquelas antipatias que pouco têm de racional.

    Quanto à decisão parece-me a mais correcta. Não podemos saber se o Luck vai ser o Manning, mas é provavelmente a melhor hipótese dos últimos 20 anos de escolher um #1 do Draft que o possa ser. E acrescento: imaginem que era o Luck que tinha vindo para os Panthers o ano passado e este ano estava o Cam Newton no Draft. Concordaria com a decisão na mesma.

    Os Colts só ganharam 2 jogos. Têm é que gastar os 28M noutras posições. O que duvido é que fosse necessário fazer a limpeza geral que tem sido feita ao nível do staff.

    Quanto ao Peyton tem de provar que é capaz de recuperar totalmente das lesões. Os vídeos dizem-me pouco, para não dizer nada. Quando o vir lançar contra adversários que vêem na direcção dele e a levar com 2/3 sacks e continuar a levantar-se para o próximo snap ficarei mais confiante. Até lá é uma interrogação. E sem grandes invenções, Arizona e Miami parecem ser destinos óptimos para ele.

  3. Permitam-me acrescentar uma ideia que me esqueci.

    A tv americana que tenho apanhado (na ESPN America) tem caído na tendência de discutir a questão em termos de quem vai ter razão no futuro – o Irsay ou o Peyton. Eu não vejo porque terá que ser assim. E que tal o Peyton voltar a jogar ao mais alto nível e os Colts voltarem ao topo da NFL com o Luck. O Peyton é um Hall of Famer, mas só ganhou 1 campeonato e foi apenas a outra SuperBowl. De cabeça há, pelo menos, 3 QB na Liga com mais títulos e todos mais novos. Isto para dizer que o sucesso de ambos é perfeitamente compatível.

    Aliás, só não desejo ardentemente que o Peton vá para os Dolphins porque simpatizo com os Jets e isso poderia comprometer seriamente a próxima temporada 😉 Mas digam lá se não era bonito um match up entre Dolphins e Colts nos Play-Off com Manning de um lado e Luck do outro?

    • Dizes q n gostas do Peyton, e gostas dos Jets. Sabes q ha uma boa possibilidade de ele jogar em NY com o Rex? O Sanchez ia dar uma volta, e tu ficavas a adorar o Manning.

      • Bem observado Mario. Sei que existe essa possibilidade, mas não creio que vá acontecer. É apenas um feeling. Eu acompanho a NFL há muito pouco tempo, mas estou em crer que o Sanchez será o QB #1 dos Jets para o ano. Não sei é se isso é bom. Se não estou enganado, também é verdade que os Jets e o Rex são famosos por este tipo de números. Mas se querem entrar nessas golpadas, não seria melhor irem sacar o Wallace dos Steelers?

        Não levem a sério a minha rivalidade com o Peyton ou os Colts. É fruto essencialmente da minha ignorância. Porventura iria descobrir que afinal gosto muito do Peyton. A verdade que nos anos em que vi o Peyton em acção não fiquei propriamente fã. Se calhar, porque é visto quase consensualmente como o melhor.

        Só acho que tendo o Peyton 4 operações e 35/36 anos, com a escolha #1 no ano em que o Luck se propõe ao draft, me parece perfeitamente pacifico clube e jogador seguirem caminhos diferentes.

  4. Eu sei que este não é propriamente o tópico ajustado, mas lanço-vos o repto de escreverem um post sobre o Sanchez. Porque é que ele é visto como um flop anunciado?

    Explico a minha pergunta. Eu vi os jogos dos Jets este ano. Foi penoso. Vê-lo jogar é um susto permanente. Imagino que pensem: ai está a tua resposta. Mas ponho-me a pensar: mal ou bem ele ganhou jogos de Play-Off fora, isto nos dois primeiros anos da Liga. Teve grandes WR? Nem por isso. O Holmes é top (ainda que máximo de carreira na Regular Season sejam 8 TD – mesmo com o Big Ben), mas Edwards, Cotchery e Burress não são propriamente game changers e o próprio Holmes tirou férias este ano. E depois olho para um Matty Ryan, que toda a gente considera fantástico, e não ganha a ninguém nos Play-Off. E tem uma grande equipa também. E poderia continuar com outros QB…

    Se calhar a minha pergunta deverá ser: porque é que o Sanchez é mais atacado que outros QB da Liga que são mais velhos e conquistaram menos? É por ser de Nova Iorque?

    • O sanchez vive no mercado nova-iorquino, isso basta para q haja pressao constante sobre ele. Mas com muita razao eles fazem pressao.
      O menino bonito fez nas primeiras duas epocas uns bons jogos de playoff, mas n se pode esquecer q muito á custa de grandes defesas e de um jogo baseado em “ground an pound”. Esse tipo de jogo leva equipas longe mas raramente é terra prometida, tem de haver um braço bom, e constante acompanhado de uma cabeça fria e inteligente (ai tens o Matt Ryan, q sim tem tido problemas na post-season).
      Quando quiseram por o jog mais sobre o sanchez neste seu 3º ano ele provou q ainda n esta preparado ou q talvez nunca esteja realmente (mais 1-2 epocas e rua se n provar ser franchise qb).
      Resumindo…. tire a carinha laroca das revistas da moda e faça como os que estam em Canton fizeram e os q querem ir para la fazem…. estude bem os livros, estude bem os filmes, treine muito e depois faça tudo novamente.

    • A n esquecer q tambem vao continuar a ser criticos dele e dos jets enquando continuam a falar e a ver os vizinhos a ganhar titutlos e a fazer a festa na cidade.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s