Quick Stats – Week 1

Boas!

Com o 1º Domingo de Football, vieram algumas surpresas…

     21 – 41     

(7-7/7-17/0-10/7-7)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
A.Luck 23/45 309 1 3 J. Cutler 21/35 333 2 1
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
D. Brown 9 48 1 18T M. Forte 16 80 1 32
Jogador Recepções Jardas TD > M. Bush 12 42 2 20
R. Wayne 9 135 0 23 Jogador Recepções Jardas TD >
C. Fleener 6 82 0 24 B. Marshall 9 119 1 24
D. Avery 3 37 1 26 A. Jeffery 3 80 1 42T
  • A tão ansiada reunião da dupla Cutler-Marshall valeu a espera, com algumas jogadas fantásticas a animarem os adeptos de Chicago.
  • Com Matt Forte e Michael Bush, o jogo em corrida dos Bears está equipado para todos os terrenos e situações.
  • O “já veterano” Andrew Luck demonstrou qualidade, mas ainda precisa de jogos no cardápio para entender as lides da NFL.
  • Reggie Wayne deverá ser a âncora de segurança para o jovem QB, um pouco à imagem da dupla Newton-Smith na última época.
  • Vitória tranquila de Chicago na recepção a Indianapolis demonstrando potencial para ser um SB contender .

     17 – 16     

(0-3/10-0/0-3/7-10)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
M. Vick 29/56 317 2 4 B. Weeden 12-35 118 0 4
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
L. McCoy 20 110 0 22 T. Richardson 19 39 0 9
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
J. Maclin 7 96 1 46 M. Massaquoi 3 41 0 24
D. Jackson 4 77 0 35 J. Gordon 2 32 0 20
B. Celek 4 65 0 28 B. Jackson 2 20 0 14
  • Vitória sofrida dos Eagles em Cleveland, apenas decidida no último drive.
  • Festival de INT’s com 8 no total e divididas de igual modo por ambos os QB’s.
  • O corpo de receivers da equipa de Philadelphia é vasto e permite ao seu QB variar (sem inventar, no entanto) o tipo de jogada que pretende.
  • A defesa dos Cleveland Browns tem jogadores com enorme qualidade, e que prometem tornar-se um obstáculo para muitas equipas.
  • Grande duelo entre D-Jax (WR) e Joe Haden (CB) que permitiu assistir a jogadas épicas, no entanto os CB’s da noite foram K. Coleman e D. Rogers-Cromartie com 2 INT’s cada.

     16 – 17     

(3-0/10-10/0-3/10-14)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
S. Bradford 17/25 198 1 0 M. Stafford 32/48 355 1 3
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
S. Jackson 21 53 0 9 K. Smith 13 62 1 19
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
D. Amendola 5 70 0 17 C. Johnson 6 111 0 51
B. Gibson 4 51 1 23T B. Pettigrew 5 77 0 24
S. Jackson 4 31 0 12 N. Burleson 6 69 0 21
  • Mesmo após 3 INT’s, Matthew Stafford conseguiu liderar o drive vitorioso (último do jogo), num jogo atípico.
  • Sem as diversas lesões que afectaram a OL de Saint Louis, o desfecho do jogo poderia ter sido outro.
  • Na hora da verdade, a dupla Stafford-Megatron apareceu recordando às “big plays” da última época.
  • Sam Bradford esteve em bom plano,  no entanto, as suas armas são reduzidas ou limitadas.
  • Duelo interessante e que manteve os espectadores atentos até ao último segundo (right, Pedro?)

     10 – 30    

(3-0/0-24/7-3/0-3)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
R. Tannehill 20/36 219 0 3 M. Schaub 20/31 266 1 0
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
R. Bush 14 69 0 13 A. Foster 26 79 2 14T
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
B. Hartline 3 50 0 34 A. Johnson 8 119 1 29
R. Bush 6 46 0 19 O. Daniels 4 87 0 29
D. Bess 5 45 0 11 B. Tate 3 22 0 8
  • Mais um rookie QB com extremas dificuldades nesta 1ª aparição no circo da NFL, sendo que se trata de mais um jogador com poucas opções no ataque.
  • Reggie Bush posiciona-se como a melhor opção (única) atacante da equipa de Miami, sendo letal tanto na corrida como no jogo em passe.
  • A equipa de Houston confirmou o estatuto de SB contender, num jogo onde todas as armas ofensivas tiveram “play time” e a defesa esteve em destaque.
  • A dupla Schaub-Johnson promete ser letal, apoiada no jogo em corrida por Foster e Tate.
  • Vitória tranquila dos Texans que no 2º periodo selaram o desfecho do jogo.

     40 – 24     

(10-3/10-14/14-0/6-7)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
M. Ryan 23/31 299 3 0 M. Cassell 21/33 258 1 2
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
M. Turner 11 32 0 11 J. Charles 16 87 0 46
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
J. Jones 6 108 2 31 D. McCluster 6 82 0 21
R. White 6 87 0 26 D. Bowe 3 53 0 23
T. Gonzalez 5 53 1 25 K. Boss 2 36 1 22T
  •  O prometido “novo ataque” da equipa de Atlanta cumpriu as promessas feitas na pré época, tendo todos os ingredientes para ganhar com estilo.
  • Julio Jones e Roddy White caminham rapidamente para confirmarem o estatuto de melhor dupla de WR’s da Liga.
  • Matt “Ice” Ryan teve uma exibição inspirada com 3 TD’s + 1 em corrida mantendo um ritmo elevado no jogo, impedindo as successivas tentativas de colar no resultado da equipa de Kansas City.
  • A equipa dos Chiefs possui de facto jogadores atacantes de grande categoria, no entanto, este jogo era dos Falcons, muito graças à toada ofensiva imposta pelos jogadores de Atlanta.
  • A defesa dos Chiefs que tanto promete, terá de melhorar algumas lacunas evidenciadas neste confronto, nomeadamente, no que toca à pressão ao QB.
  • Regresso em grande do futuro Hall of Famer – Tony Gonzalez – a uma casa que o viu nascer e tornar-se num dos melhores TE do jogo.

     23 – 26     

(3-6/6-7/3-7/11-9)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
B. Gabbert 23/39 260 2 0 C. Ponder 20/27 270 0 0
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
M. Jones-Drew 19 77 0 11 A. Peterson 17 84 2 20
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
C. Shorts 4 74 1 39T P. Harvin 6 84 0 20
L. Robinson 5 66 0 26 K. Rudolph 5 67 0 29
M. Lewis 5 52 1 18 D. Aromashod 3 61 0 26
  • Encontro entre equipas que têm muito a provar aos analistas e aos próprios adeptos, sendo que ambos os QB’s também vão ser longamente escrutinados, agora que já não podem invocar a cláusula rookie.
  • Adrian “All Day” Peterson is back! Inimaginável, principalmente tendo em conta que há cerca de 6 meses teve de “reconstruir o seu joelho”. Prometeu estar pronto para a 1ª jornada e cumpriu, com 2 TD’s bem no meio do pack defensivo adversário, para demonstrar que não tem medo, e que voltou para ser temido…
  • No duelo entre os 2 sophomores, Gabbert ganhou por um curta vantagem, já que conseguiu 2 passes para TD.
  • O regresso aguardado de MJD confirmou que é de facto a estrela da companhia. Mesmo iniciando o jogo no banco, provou ser a melhor opção ofensiva da equipa.
  • Ligação interessante, aquela que foi apresentada por Gabbert e Marcedes Lewis…

     40 – 32     

(10-7/10-7/10-3/10-15)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
R. Griffin 19/26 320 2 0 D. Brees 24/52 339 3 2
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
A. Morris 28 96 2 18 P. Thomas 4 17 0 9
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
P. Garçon 4 109 1 88T L. Moore 6 120 1 33T
A. Robinson 4 52 1 29 J. Graham 6 85 1 23
S. Moss 3 47 0 27 M. Colston 4 71 0 25
  • Se o “buzz” à volta de RGIII eram grande antes do iníco da época (campeão publicitário do Verão), agora saiu da escala…
  • Uma confiança absoluta nas suas capacidades e alguns lances que necessitam de “cojones” marcaram a estreia deste QB na Liga, num jogo em que empatou no 2º lugar no que diz respeito a jardas em passe no 1º jogo. No entanto, a sua capacidade em decidir entre as jogadas em corrida e as jogadas em passe foi notável.
  • A defesa de Washington dominou por completo a OL de New Orleans, e se não fosse o QB adversário o Sr. “100.000.000$”, o resultado poderia ter sido pior…
  • Mais uma vez a defesa dos Saints foi impotente perante o adversário, mas desta vez o ataque não conseguiu tapar os “buracos”.
  • Com a liderança durante todo o jogo, os Redskins geriram da melhor forma os seus recursos, manietando Drew Brees que foi obrigado diversas vezes a sair do pocket e a ter de inventar jogadas on the move.
  • Vitória estrondosa (moralizadora) que promete tornar a NFC East ainda mais empolgante…
  • Será que a ausência de Sean Payton pode explicar algumas decisões menos ortodoxas da “sua” equipa em campo?

     28 – 48     

(0-7/7-20/7-14/14-7)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
R. Fitzpatrick 18/32 195 3 3 M. Sanchez 19/27 266 3 1
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
CJ Spiller 14 169 1 56T S. Greene 27 94 1 14
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
S. Johnson 4 55 1 29T S. Hill 5 89 2 33T
D. Jones 5 41 1 12 S. Holmes 4 68 0 25
S. Chandler 4 38 1 13 J. Kerley 4 45 1 21
  • Rex Ryan tinha prometido que esta equipa seria temível (entre outras coisas) e cumpriu (estranho).
  • Com uma defesa em pressão constante e com a melhor dupla de CB’s da Liga, os Jets rapidamente construiram uma vantagem segura através da dupla Sanchez-Hill (um jogador escolhido contra a vontade de Ryan…), não permitindo aos Bills qualquer hipótese de reacção.
  • Mais uma vez, Fitzpatrick não esteve à altura dos acontecimentos, não tirando partido do facto de Stevie Johnson ser o WR que melhor joga contra Revis…
  • Mais uma vez Fred Jackson confirmou ser um injury prone, sendo bem substituído (definitivamente?) pelo CJ Spiller…
  • E Tebow? Bem, confirmou-se que é o backup… de Shonn Greene!

    34 – 13     

(7-3/14-0/7-7/6-3)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
T. Brady 23/31 236 2 0 J. Locker 23/32 229 1 1
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
S. Ridley 21 125 1 17 J. Locker 2 11 0 9
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
B. Lloyd 5 69 0 27 J. Cook 4 64 0 35
R.Gronkowski 6 60 1 28 N.Washington 2 53 1 29T
A. Hernandez 6 59 1 23T C. Johnson 6 47 0 16
  • Vitória em ritmo de cruzeiro para os Patriots sobre os Titans.
  • Sem ter de forçar, Brady distribuiu passes por aqueles que parecem ser o “futuro” da Organização, num jogo em que Stevan Ridley aproveitou a ausência se Shawn Vereen para ganhar a titularidade e fazer esquecer Green-Ellis.
  • Jake Locker não terminou o jogo, tendo de ser assistido a uma lesão no ombro esquerdo, não sem antes mostrar o seu potente braço. Com a entrada de Hasselbeck, o jogo ofensivo dos Titans voltou ao “costume” com jogadas simples mas eficazes, tirando proveito do abrandamento dos Patriots.
  • CJ2K viu todos os caminhos tapados pela D-Line dos Patriots, sendo que este foi de facto, o principal indicador para os seus adeptos, e para a NFL em geral…
  • Além do duo Gronkowski-Hernandez, outro TE – Jared Cook – demonstrou ser uma arma perigosa e atleticamente imparável.

     16 – 20     

(3-3/0-7/10-3/3-7)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
R. Wilson 18/34 153 1 1 J. Skelton 14/28 149 0 1
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
M. Lynch 21 85 0 11 A. Roberts 1 15 0 15
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
B. Edwards 5 43 0 16 L. Fitzgerald 4 63 0 23
Z. Miller 3 40 0 27 A. Roberts 5 54 1 19
S. Rice 4 36 1 11 E. Doucet 3 37 0 18
  • Jogo renhido entre 2 outsiders na NFC West, sendo que muitas das atenções estavam viradas para os QB’s.
  • De um lado, Russell Wilson, um rookie que ganhou o lugar ao FA – Matt Flynn – após uma pré época muito interessante, e do outro, John Skelton, um sophomore QB, que viu o lugar de titular cair-lhe no colo, após a inoperância da mega transferência – Kevin Kolb.
  • Num jogo nem sempre bem jogado, a equipa dos Cardinals conseguiu ganhar o jogo, sendo o último TD marcado por Roberts após passe de… Kolb, já que Skelton tivera de ser substituído após uma lesão na anca, algo normal tendo em conta a OL de Arizona.
  • Estranho, no entanto, a confiança depositada em Wilson, no último drive, que com 4 jogadas nas 6 jardas de Arizona chamou 3 passes para o seu QB, tudo isto com Lynch como mero espectador…
  • No entanto, este episódio não manchou a exibição segura de Wilson, ele que foi uma aposta na 3ª ronda do Draft de Pete Caroll.

     30 – 22     

(3-0/13-7/7-0/7-15)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
A. Smith 20/26 211 2 0 A. Rodgers 30/44 303 2 1
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
F. Gore 16 112 1 23T A. Rodgers 5 27 0 9
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
M. Crabtree 7 76 0 20 J. Jones 4 81 1 49
R. Moss 4 47 1 20 R. Cobb 9 77 0 16
V. Davis 3 43 1 29 J. Nelson 5 64 0 28
  • Num jogo entre as 2 equipas apontadas como finalistas do próximo SB, prevaleceu a defesa de San Francisco sobre o ataque de Green Bay…
  • De facto, a defesa dos 49ers foi monstruosa limitando as principais armas dos Packers (Rodgers / Nelson / Jennings / Finley) a jogadas de circunstância, quase dando a entender que permitiam a bola em determinadas condições em certos sítios.
  • Aaron Rodgers travou uma luta insistente e entusiasmante contra uma defesa que parecia intransponível, sendo que apenas e graças à sua elevada cultura táctica e visão de jogo, conseguiu arquitectar jogadas produtivas.
  • O ataque dos 49ers continua a ser mais do mesmo: jogadas em passe simples e curtas, apoiadas intermitentemente, por um jogo em corrida que desgasta a defesa adversária.
  • Num plantel com imensos recursos no lugar de RB, Gore mais uma vez destacou-se mostrando-se presente e à altura do jogo.

     10 – 16     

(0-10/0-3/7-0/3-3)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
C. Newton 23/33 303 1 2 J. Freeman 16/24 138 1 0
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
K. Pilares 1 5 0 5 D. Martin 24 95 0 15
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
S. Smith 7 106 0 32 V. Jackson 4 47 0 21
B. LaFell 3 65 1 24 D. Clark 1 33 0 33
L. Murphy 3 63 0 51 D. Martin 4 23 0 11
  • Num jogo entre 2 equipas com enormes expectativas para a presente época, ganharam os Buccaneers, tirando partindo de um falso arranque da equipa dos Panthers.
  • A liderar por 13-0 ao intervalo, tendo baseado o seu jogo em corridas insistentes por parte de Doug Martin contra a D-Line de Carolina, Josh Freeman conseguiu tirar proveito de uma apatia geral da defesa contrária para fazer o seu único passe para TD (M. Williams, 6 jardas).
  • A inoperância do jogo em corrida dos Panthers foi incrível (10 jardas no total – recorde negativo), obrigando Cam Newton a ter de assumir as despesas do jogo, tendo no entanto, feito 2 passes para outras tantas INT’s em drives consecutivos.
  • A defesa dos Panthers esteve particularmente bem, na 2ª metade do jogo, no entanto, como referi, o ataque apenas viveu de alguns rasgos de Newton para os seus receivers (Smith / LaFell / Murphy), mantendo-os a apenas uma posse de bola do adversário.
  • Doug Martin foi a figura do jogo, ditando o ritmo do jogo e desgastando de uma forma hercúlea a defesa adversária, confirmou o que muitos esperavam, este jogador pode ser um caso sério…

     19 – 31     

(0-0/10-7/3-7/6-17)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
B. Roethlisberger 22/40 245 2 1 P. Manning 19/26 253 2 0
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
J. Dwyer 9 43 0 11 W. McGahee 16 64 0 12
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
A. Brown 4 74 0 27 D. Thomas 5 110 1 71T
E. Sanders 4 55 0 17 E. Decker 5 54 0 17
H. Miller 4 50 1 23 J. Tamme 5 43 1 18
  • Não parece correcto que este jogo tenha marcado o regresso de Peyton Manning ao “jogo”, pois parece que nunca se ausentou, tal foi o nível de notícias, debates análises ao seu “fantasma” na última época.
  • Num “regresso” muito desejado do futuro Hall of Famer ao “gridiron”, este demonstrou que mantém todas as suas qualidades de estratega, e que o seu braço continua com a precisão do costume, tendo inclusive ultrapassado a marca dos 400 TD’s em passe (único QB com um diferencial de +200 entre os TD’s e as INT’s).
  • Com a passagem de Denver para um no huddle offense, Manning tornou-se imparável, debitando passe atrás de passes e bem apoiado no jogo em corrida, pelos McGahee.
  • A defesa de Pittsburgh tinha “sede” de QB, no entanto, e após o 1º sack, Manning levantou-se prontamente num sinal de força, que teve o dom de galvanizar a equipa, rumo à vitória.
  • “Big Ben” continuou a ser o QB que consegue criar jogadas, mesmo em fuga, fora do pocket, tendo a sua OL tido muitas dificuladades contra Von Miller e companhia.
  • Antonio Brown assumiu-se definitivamente como uma ameaça para os adversários, sendo que Mike Wallace, “recém chegado” à equipa, demonstrou um bom entrosamento com os restantes companheiros e continuou a merecer a confiança do seu QB.
  • Em suma, estivemos perante um bom jogo, emotivo e com suspense, pelo menos até à INT de Tracy Porter…
Advertisements

4 comments on “Quick Stats – Week 1

  1. O Kolb teve um drive muito interessante para touchdown para dar a vitóriaaos meus Cardinals. Será que vamos ter o Kolb com boas exibições esta época? Eu acredito sempre sou masoquista ahah.

    PS: Estes árbitros suplentes são uma vergonha:
    – 4 timeouts para Seattle
    – Multiplos Holdings e pass interference mal assinalados ao longo da Week 1.
    – O touchdown do Anquan Boldin não era touchdown. Enfim…

    O que acham desta situação dos “refs”?

  2. Acho que o desempenho global dos arbitros tem sido satisfatório. Digo isto porque não assistimos até agora a nenhuma decisão que tenha desvirtuado um resultado ou tenha colocado a saúde dos jogadores em causa.
    Assim sendo, e comparando com o antigo corpo de árbitros, acho que o desempenho deles tenha sido “equiparável”.

  3. Não foi, de todo, o inicio de época que esperava (e desejava), mas continuo a acreditar que, com mais trabalho (sobretudo a nível da D-Line) e mais concentração, temos equipa para bater os 49ers. Resta (como se diz na gíria futebolística) erguer a cabeça e seguir em frente, e mostrar aos Bears quem é manda na divisão.

    GoPackGo!

    A continuar assim, antevejo a NFC East completamente ao rubro esta temporada, Excelente!

    Não concordo que o desempenho global dos árbitros tenha sido satisfatório, para mim foi mais a dar para o fraquinho (alguns erros grosseiros, muita faltinha e excesso de zelo).

    Na época passada enganei-me em relação ao Eli, será que nesta me engano com o Flacco?
    Presumo que a maioria não concordará comigo, mas na minha opinião os Ravens são neste momento a melhor e mais completa (tem gente competente, (senão excelente) para todas as posições), equipa da liga. E ainda falta o Suggs.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s