Quick Stats – Week 2

Surpresas, grandes reviravoltas e jogadas de cortar a respiração.

Houve de tudo em mais uma jornada da NFL!


 Continuar a ler

     10 – 23     

(0-0/0-13/3-0/7-10)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
J. Cutler 11/27 126 1 4 A. Rodgers 22/32 219 1 1
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
M. Bush 14 54 0 8 C. Benson 20 81 0 11
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
M. Forte 4 49 0 22 J. Nelson 6 84 0 26
B. Marshall 2 24 0 14 C. Benson 4 35 0 17
E. Bennett 2 21 0 11 T. Crabtree 1 27 1 27T
  • Jogo feio, com demasiados erros a certa altura, mas a defesa dos Packers acabou por merecer a vitória no final com uma prestação dominante.
  • Jay Cutler desejou boa sorte a Green Bay e… correu-lhe mal. Talvez devesse ter ficado calado depois de uma exibição desastrosa pautada por 4 intercepções.
  • Como se o dia dos Bears não estivesse a ser mau o suficiente, Matt Forte ainda se conseguiu lesionar e Brandon Marshall tremeu quando tinha uma recepção fácil para touchdown.
  • No lado dos Packers, Clay Matthews esteve assombroso, ao conseguir 3.5 sacks e por ter feito a defesa de Chicago tremer em quase todas as drives.
  • Aaron Rodgers esteve muito cauteloso e acabou por conseguir apenas 1 TD, já no quarto período, ancorando-se na defesa para alcançar a vitória.

     17 – 35     

(0-7/0-14/3-14/14-0)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
M. Cassel 23/42 301 2 1 R. Fitzpatrick 10/19 178 2 0
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
P. Hillis 11 66 0 18 CJ Spiller 15 123 2 38
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
D. Bowe 8 102 2 33T S. Johnson 2 56 1 49T
J. Baldwin 3 62 0 26 S. Chandler 2 53 1 43
D. McCluster 4 32 0 12 CJ Spiller 3 47 0 27
  • Os fãs dos Bills já podem descansar um pouco depois de verem a sua equipa recuperar do massacre contra os Jets para uma excelente exibição sobre os Chiefs.
  • CJ Spiller foi a estrela da companhia e cada vez mais assume o lugar de Fred Jackson.
  • Dwayne Bowe mostrou-se em bom plano mas o ataque de Kansas City revelou-se parco para ter ambições mais altas
  • Jamaal Charles voltou a ter uma exibição medíocre com Peyton Hillis a ter mais carries, embora um fumble na endzone adversária, a acabar a primeira parte, se tenha revelado custoso.

     27 – 35     

(10-7/3-14/0-7/14/7)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
D. Brees 31/49 325 1 2 C. Newton 14/20 253 1 0
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
P. Thomas 9 110 0 48 C. Newton 13 71 1 40
Jogador Recepções Jardas TD > D. Williams 14 69 1 27
D. Sproles 13 128 0 25 Jogador Recepções Jardas TD >
J. Graham 7 71 1 17 S. Smith 3 104 0 66
M. Colston 3 49 0 29 B. LaFell 6 90 0 27
  • Com um confronto de divisão em casa, os Panthers não vacilaram e colocaram os Saints já numa posição complicada, com duas derrotas nas duas primeiras jornadas.
  • Cam Newton recompôs-se da exibição negativa da semana passada e até bateu recorde de carreira de jardas em corrida num jogo, sendo que conseguiu 1 TD tanto a correr como a passar.
  • Newton conseguiu ler a defesa dos Saints e balanceou o ataque habilmente, distribuindo TDs por DeAngelo Williams, Mike Tolbert e Jonathan Stewart.
  • Drew Brees esforçou-se mas as duas intercepções revelaram-se penalizadoras, embora a sua OL não o tenha ajudado muito.
  • Pierre Thomas superou Mark Ingram no ganho de jardas pela corrida enquanto Darren Sproles teve o papel de WR mas a defesa de Carolina voltou a exibir-se a excelente nível para limitar a ataque dos Saints.

     27-34     

(3-7/7-10/7-7/10-10)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
B. Weeden 26/37 322 2 0 A. Dalton 24/31 318 3 1
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
T. Richardson 19 109 1 32T B. Green-Ellis 21 75 0 19
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
M. Massaquoi 5 90 0 22 B. Tate 3 71 1 44T
C. Ogbonnaya 6 73 0 21 A. Binns 5 66 0 20
G. Little 5 57 1 24T A. Green 7 58 1 12
  • Os Bengals receberam e venceram os Browns num confronto de divisão em que a equipa da casa nunca esteve atrás no marcador.
  • Pacman Jones começou o fogo-de-artifício com um punt-return de 81 jardas para TD e deu o mote para uma excelente exibição de Andy Dalton, muito consistente ao longo dos 60 minutos.
  • AJ Green foi a casa de segurança para Dalton, enquanto Ben Tate foi mortífero num passe longo.
  • Era complicado Brandon Weeden jogar pior do que na última semana mas o rookie alinhou uma exibição muito conseguida, limpando o seu registo de intercepções no dia de ontem.
  • Trent Richardson acabou por ser a grande história do jogo, com a sua explosividade a vir ao de cima, demonstrando as razões para os Browns terem apostado tanto em si no Draft.

     20-23     

(3-7/3-10/0-3/14-3)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
C. Ponder 27/35 245 2 0 A. Luck 20/31 224 2 0
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
A. Peterson 16 60 0 6 D. Brown 16 45 0 15
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
P. Harvin 12 104 0 20 D. Avery 9 111 0 41
M. Jenkins 5 43 0 15 R. Wayne 6 71 1 30T
K. Rudolph 3 35 1 15 C. Fleener 2 16 0 9
  • Os Vikings ainda conseguiram recuperar 14 pontos no quarto período mas Chuck Pagano conseguiu a primeira vitória na NFL graças à perna de Adam Vinatieri a 8 segundos do fim (FG de 53 jardas).
  • Andrew Luck melhorou consideravelmente desde a semana passada e mostrou frieza para, a 31 segundos do fim, ainda liderar a equipa da casa a posição de conseguir o FG da vitória.
  • Donnie Avery e Reggie Wayne mostraram boas ligações com Luck, que viu Donald Brown ser um factor inexistente no ataque dos Colts.
  • Christian Ponder conseguiu 2 TDs no quarto período, incluindo um no último minuto para Rudolph, embora Percy Harvin tenha sido o seu alvo preferido.
  • Adrian Peterson não deu seguimento ao grande regresso da semana passada e não conseguiu fazer a diferença durante toda a partida.

     27-7     

(10-0/7-0/7-7/3-0)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
M. Schaub 26/35 195 0 0 B. Gabbert 7/19 53 1 0
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
A. Foster 28 119 1 18 M. Jones-Drew 12 60 0 17
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
O. Daniels 6 47 0 12 L. Robinson 3 49 0 32
A. Foster 6 37 0 18 M. Thomas 1 12 0 12
K. Walter 3 34 0 15 M. Jones-Drew 3 7 1 5T
  • Vitória fácil para os Houston Texans, que não tiveram quaisquer dificuldades em ir à Flórida dominar os Jaguars.
  • Arian Foster e Ben Tate mostraram mais uma vez o facto de serem considerados o melhor par de RBs da liga, ao correrem livremente pela defesa dos Jags.
  • Matt Schaub nem teve de forçar a nota, apostando em passes curtos, o que apagou Andre Johnson do jogo.
  • O ataque de Jacksonville esteve absolutamente terrível perante a boa defesa dos Texans ao conquistar um mínimo na história da equipa, com apenas 117 jardas ganhas.
  • O epíteto da desinspiração ofensiva da equipa da casa foi Blaine Gabbert, sem arte nem engenho para desbloquear o sistema defensivo de Houston. Nem Maurice Jones-Drew conseguiu incomodar os Texans. Vem aí uma longa época sob o sol da Flórida…

     13-35     

(7-7/3-0/0-14/3-14)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
C. Palmer 24/48 373 1 1 R. Tannehill 18/30 200 1 0
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
D. McFadden 11 22 0 4 R. Bush 26 172 2 65T
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
B. Myers 6 86 0 21 B. Hartilne 9 111 0 21
M. Goodson 3 83 1 64T D. Bess 3 43 0 21
D. Moore 3 67 0 31 R. Bush 3 25 0 25
  • Depois de uma derrota na jornada inaugural, os Miami Dolphins reencontraram-se e aproveitaram a boleia de Reggie Bush para atropelarem os Raiders com uma segunda parte de grande nível.
  • O RB dos Fins correu para 172 jardas (sexto jogo consecutivo acima das 100 jardas – recorde da equipa) e 2 TD, ambos corridas distintas: um onde superou quatro tackles adversários, outro onde demonstrou toda a velocidade que tem à disposição.
  • Ryan Tannehill beneficiou da explosão ofensiva de Bush e esteve muito mais calmo e concentrado para concluir a partida sem qualquer intercepção e com um 1 TD para Anthony Fasano. Brian Hartline assumiu-se como o seu alvo predilecto durante os 60 minutos.
  • Os Raiders não tiveram problemas no long snap mas viram Darren McFadden simplesmente eclipsar-se. O RB esteve irreconhecível, sem conseguir ser um factor no jogo de corrida e também conseguindo deixar cair um TD aparentemente fácil.
  • Carson Palmer bem se esforçou mas falhou metade dos seus passes rumo à segunda derrota da equipa de Oakland, que começa a temporada numa posição complicada de superar.

     20-18     

(6-3/0-3/7-4/7-9)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
K. Kolb 15/27 140 1 0 T. Brady 28/46 316 1 1
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
C. Wells 14 44 0 10 S. Ridley 18 71 0 20
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
T. Heap 5 62 0 28 W. Welker 5 95 0 36
C. Wells 1 24 0 24 R. Gronkowski 6 75 1 22
E. Doucet 3 21 0 12 B. Lloyd 8 60 0 12
  • Desastre para os Patriots em New England naquela que foi a grande surpresa do dia de ontem, com os Cardinals a arrancarem a vitória diante dos finalistas vencidos do Superbowl do ano passado.
  • Um final de loucos, iniciado pelo fumble de Ryan Williams, até colocou Danny Woodhead na endzone mas o TD foi anulado por um hold de Rob Gronkowski. Seguia-se um FG de 42 para Stephen Gostkowski a 5 segundos do fim (até tinha convertido os quatro anteriores), que… nem sequer acertou na rede de protecção.
  • A defesa dos Cardinals esteve em destaque ao dominar Tom Brady na primeira parte, antes de aguentarem uma remontada por parte do QB dos Pats. 4 sacks e 1 intercepção são os números-chave, mas também as special-teams brilharam com um punt bloqueado, que resultou em TD.
  • Kevin Kolb fez o necessário e lançou 1 TD enquanto correu para outro, numa partida onde a equipa forasteira até só ganhou 245 jardas.
  • Nota ainda para a lesão custosa de Aaron Hernandez, logo no primeiro período, que forçou Tom Brady a operar o ataque sem o jogador mais versátil da unidade ofensiva dos vice-campeões.
  • Larry Fitzgerald teve uma recepção para 4 jardas e os Cardinals estão 2-0 com a liderança da NFC nas suas mãos. Quem diria?

     34-41     

(3-6/21-7/3-3/25-7)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
J. Freeman 15/28 243 2 2 E. Manning 31/51 510 3 3
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
D. Martin 20 66 1 12 A. Brown 13 71 1 23
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
V. Jackson 5 128 1 41 H. Nicks 10 199 1 50
M. Williams 3 59 1 41T V. Cruz 11 179 1 80T
D. Clark 4 33 0 20 M. Bennett 5 72 1 33T
  • Os campeões em título aguentaram um grande susto por parte dos Buccaneers mas confiaram em mais uma grande recuperação no quarto período para evitarem estar sem vitórias na entrada para a terceira semana.
  • Eli Manning esteve antagónico, com 3 intercepções na primeira metade do encontro mas com uma explosão ofensiva na segunda parte, como as 510 jardas e 3 TD o demonstram.
  • Hakeem Nicks e Victor Cruz mantiveram o motor a trabalhar a altas rotações durante todo o jogo, combinando para 21 recepções e 378 jardas, números completamente absurdos. Até Martellus Bennett voltou a juntar-se à festa e recebeu o TD do empate.
  • Também as lesões decidiram incomodar os Giants, que viram Chris Snee, Domenik Hixon e Ahmad Bradshaw sair do jogo para não voltar, embora Andre Brown tenha aproveitado a lesão do RB titular para mostrar serviço.
  • No lado de Tampa Bay, Vincent Jackson mostrou as razões do investimento avultado feito em si, enquanto Mike Williams atestou um TD em grande estilo. Nota ainda para Doug Martin, que mostra ser um caso sério cada vez mais.
  • Nota muito negativa para os Buccaneers, que tentaram placar Eli Manning quando o QB deixava passar o tempo para o jogo acabar.

     23-24     

(7-7/10-0/0-10/6-7)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
J. Flacco 22/42 232 1 1 M. Vick 23/32 371 1 2
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
R. Rice 16 99 0 43 L. McCoy 25 81 1 20
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
D. Pitta 8 65 0 16 B. Celek 8 157 0 28
R. Rice 6 53 0 37 D. Jackson 7 114 0 49
T. Smith 2 51 0 40 J. Avant 2 33 0 17
  • Os Philadelphia Eagles voltaram a vencer por um ponto com uma exibição repleta de turnovers (já são 9 no total) mas pautada por um TD de Michael Vick já dentro dos últimos 2 minutos.
  • A defrontar os Ravens em casa, os Eagles cometeram três turnovers na redzone durante a primeira parte, com destaque para um fumble de Shadie McCoy, algo que só havia acontecido uma vez nos últimos 28 jogos do RB.
  • Joe Flacco e Ray Rice tardaram em aproveitar os erros dos Eagles e acabaram por estar bastante abaixo da prestação conseguida na semana passada diante dos Bengals.
  • A partida acabou por ficar decidida nos momentos finais, com destaque para uma decisão dos árbitros suplentes muito contestada pelos jogadores dos Ravens: Vick foi placado por Haloti Ngata e falhou o passe, classificado como fumble à primeira vista mas depois depois corrigido, preparando o TD do QB na jogada seguinte.
  • Destaque para as grandes exibições de Brent Celek e DeSean Jackson, fundamentais na manobra ofensiva dos Eagles e no sucesso de Michael Vick no dia de ontem. Com 9 turnovers em dois jogos, a equipa de Philadelphia está em primeiro lugar da disputadíssima NFC Este. A questão é que é muito arriscado continuarem a brincar com o fogo…

     7-27     

(0-10/7-3/0-7/0-7)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
T. Romo 23/40 251 1 1 R. Wilson 15/20 151 1 0
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
D. Murray 12 44 0 9 M. Lynch 26 122 1 36
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
M. Austin 5 63 1 22T A. McCoy 5 41 1 22T
J. Witten 4 58 0 23 G. Tate 3 38 0 20
F. Jones 4 40 0 23 S. Rice 3 33 0 18
  • Frescos de uma grande diante dos campeões na jornada inaugural, os Cowboys simplesmente não tiveram resposta para a defesa e special-teams dos Seahawks, que garantiram uma vitória inesperada em Seattle.
  • Desde o apito inicial que o pesadelo de Dallas começou, logo com um fumble de Felix Jones para, no drive seguinte, Jeron Johnson recuperar um punt bloqueado por Malcom Smith e dar uma vantagem de 10-0 com menos de 5 minutos decorridos.
  • Demarco Murray esteve inconsequente e Tony Romo não conseguiu manipular a defesa astuta dos Seahawks, que não deu hipóteses em quase nenhuma ocasião.
  • O RB Marshawn Lynch apresentou-se em bom plano com mais 1 TD, aliviando a pressão do rookie Russell Wilson, que esteve muito seguro com nota de destaque para um drive de 90 jardas no terceiro período terminado num TD para Anthony McCoy.
  • A derrota coloca os Cowboys em igualdade divisonal com Giants e Redskins, enquanto Seattle conquista a primeira vitória para não perder de vista San Francisco e Arizona, ambos com dois triunfos e zero derrotas.

     28-31     

(14-3/7-13/7-7/0-8)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
R. Griffin 20/29 206 1 1 S. Bradford 26/35 310 3 1
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
A. Morris 16 89 0 29 D. Richardson 15 83 0 53
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
L. Hankerson 2 68 1 68T D. Amendola 15 160 1 56
J. Morgan 5 50 0 14 B. Gibson 2 53 1 34T
A. Robinson 2 40 0 28 S. Smith 3 39 0 25
  • Com o hype sobre RGIII a explodir, tudo parecia bem encaminhado para a segunda vitória dos Redskins antes de os Rams darem a volta a um score de 21-6 em Saint Louis.
  • Como grande responsável por essa recuperação esteve o WR Danny Amendola, que igualou um recorde da NFL ao concluir a primeira parte com 12 recepções, mostrando uma forte ligação com Sam Bradford, quase infalível no dia de ontem.
  • Robert Griffin III não esteve mal mas não manteve a toada conseguida em New Orleans, embora o seu jogo de corrida tenha produzido 2 TDs (mais um através do passe). O foco acabou por recair em Sam Bradford, muito consistente durante os 60 minutos.
  • O QB dos Rams alcançou o TD vitorioso logo a abrir o quarto período (com conversão de dois pontos) mas ainda viu os Redskins terem uma derradeira hipótese depois do fumble de Daryl Richardson. No entanto, Billy Cundiff não esteve nem perto de converter o FG de 62 jardas.
  • Quase tudo de volta à estaca zero na NFC Este, só com os Eagles sem derrotas (mas com 9 turnovers) enquanto os Rams recuperaram da derrota e dos 4 timeouts contra os Lions na semana passada.

     10-27     

(7-3/3-10/0-7/0-7)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
M. Sanchez 10/27 138 1 0 B. Roethlisberger 24/31 275 2 0
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
B. Powell 9 33 0 10 J. Dwyer 12 28 0 7
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
J. Kerley 2 67 0 45 A. Brown 7 79 0 25
S. Holmes 3 28 1 14T M. Wallace 5 74 1 37T
K. Reuland 2 20 0 13 E. Sanders 3 33 0 19
  • O mundo da NFL ficou boquiaberto depois dos 48 pontos dos Jets contra os Bills na semana passada. Já podem tirar a cara de espanto depois de uma lição defensiva dada pelos Steelers, que não tiveram grandes problemas para descodificar Mark Sanchez nem para romper a defesa de Rex Ryan.
  • O QB dos Jets voltou à terra com uma prestação fraca, como os 10 passes completados o demonstram, sem ter tido qualquer solução para uma defesa dos Steelers que permitiu apenas 219 jardas.
  • Já Big Ben Roethlisberger esteve em óptimo plano, especialmente num grande passe para Mike Wallace, que baralhou a defesa secundária dos Jets, ressentida pela ausência de Darrelle Revis.
  • No jogo de corrida, as duas equipas estiveram particularmente fracas, com nenhum jogador a conseguir impor-se como uma ameaça. O facto de Bilal Powell, com 33 jardas, ter sido o mais produtivo explica tudo…
  • E o Tebowing? Continua escondido algures. É que Tim Tebow não teve qualquer hipótese de testar o braço esquerdo enquanto fez de RB uma única vez, conseguindo 22 jardas na corrida. Cada vez mais, Tebow está a ser esquecido na Big Apple.

     10-38     

(0-14/3-3/7-7/0-14)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
J. Locker 15/39 174 1 1 P. Rivers 24/32 284 3 1
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
J. Locker 2 21 0 20 J. Battle 14 69 2 16
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
C. Stevens 1 46 0 46 M. Floyd 6 109 0 27
D. Williams 4 45 0 18 D. Rosario 4 48 3 18
K. Wright 2 24 1 15T L. Green 1 31 0 31
  • Os Chargers foram maus anfitriões para os Tennessee Titans, ontem. Porquê? Porque não tiveram dó nem piedade numa demonstração de força que resultou numa vitória dominadora dos naturais de San Diego.
  • Phillip Rivers para Dante Rosario – TD. Phillip Rivers para Dante Rosario – TD. Phill… Bom, acho que já se percebeu o tema do jogo, onde o TE coleccionou 3 TD na ausência do titular Antonio Gates. Na entrada para o jogo de ontem, Rosario até só tinha 5 TD na carreira. Terá sido o despertar de um perigo?
  • Enquanto Rivers (exibição muito positiva pautada pelos 3 TDs lançados e apenas 1 intercepção) espalhava a defesa incapaz dos Titans, a unidade defensiva dos Chargers não dava quaisquer hipóteses a Jake Locker, que teve pouco tempo para pensar em quase todas as jogadas. O resultado disso foram apenas 212 jardas cedidas.
  • No lado dos Titans, CJ2K tirou os motivos ao Pedro para lhe chamar CJ2,8. Sim, porque a média de jardas ganhas ontem por Chris Johnson foi 2,1 – 17 jardas em oito tentativas. O número da camisola já é maior que o número de jardas ganhas num jogo…
  • A única nota positiva para os naturais de Tennessee acabou por ser o regresso de Kenny Britt ao campo, embora tenha terminado a partida com apenas uma recepção para 5 jardas.

     19-27     

(6-7/0-7/3-3/10-10)

Jogador Tentativas Jardas TD INT Jogador Tentativas Jardas TD INT
M. Stafford 19/32 230 1 1 A. Smith 20/31 226 2 0
Jogador Corridas Jardas TD > Jogador Corridas Jardas TD >
K. Smith 16 53 0 9 F. Gore 17 89 1 16
Jogador Recepções Jardas TD > Jogador Recepções Jardas TD >
C. Johnson 8 94 0 26 V. Davis 5 73 2 23T
J. Bell 2 59 0 50 M. Crabtree 6 67 0 17
B. Pettigrew 3 18 1 9T M. Manningham 3 28 0 13
  • O cumprimento foi entre Jim Schwartz e Jim Harbaugh até foi acompanhado de sorrisos (verdadeiros ou não…), antes de os San Francisco 49ers terem juntado mais uma excelente vitória ao seu currículo, desta feita sobre os Lions.
  • Tudo estava a funcionar para os 49ers, que viram Alex Smith estender o seu recorde de 216 passes consecutivos sem uma intercepção, junto ao facto de ter passado 2 TDs para Vernon Davis, que já não tentou nenhum afundanço. Ficou-se pelo lançamento seguro, ontem.
  • Frank Gore também marcou 1 TD e esteve efectivo ao longo dos 60 minutos, tal como os receivers Michael Crabtree e Mario Manningham, responsáveis por tornar uma equipa temível ainda mais profunda.
  • Kevin Smith voltou a falhar em impressionar, algo que pode ser decisivo para perder a titularidade para Mikel Leshoure, que volta para a semana com a suspensão terminada.
  • A ligação entre Stafford e Calvin Johnson continuou sem carburar a toda a potência, tal foi a consistência da exibição defensiva dos 49ers, concentrados em regressar à final da NFC, onde foram derrotados pelos eventuais campeões, os New York Giants.
Advertisements

4 comments on “Quick Stats – Week 2

  1. ■”Nota muito negativa para os Buccaneers”- é jogo até ao final imagina que os de tampa bay conseguiam um fumble naquela situação, concordo que nao foi “fair-play” , mas nao foi nada ilegal o que eles fizeram.
    Impressionante a quantidade de turnover dos eagles mas mesmo assim continuam a ganhar pela diferença minima, grande defesa dos cardinals mas no final tiveram muita sorte.

  2. Com tudo isto… o M.Vick dos Eagles é o rei dos passes interceptados com 6 no total e o Jay Cutler aprendeu a lição que por vezes mais vale ficar calado do que fazer de parvo, para não falar do show que mostrou em campo ao pedir explicações a um elemento da linha ofensiva por não conseguir parar Clay Matthews que estava on fire durante o jogo.

  3. Os Bears têm uma linha ofensiva muito má, obrigando o Cutler a andar de um lado para o outro. Já a época passada tinham este problema, mas depois conseguiram soluciona-lo e tiveram uma série de vitórias, até o Cutler se lesionar.
    Mas isto também não desculpa o facto do Culter, desde os tempos na Universidade, ser uma máquina de intercepções.

    Por outro lado, por vezes também se nota falta de coordenação entre o QB e os receivers, e não só no jogo contra os Packers, pois já contra os Colts (apesar da vitória estrondosa) tinha sucedido o mesmo.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s