Dentro da Press Room para o Super Bowl (1ª semana)

press room

Nesta semana, no Dentro da Game Room, uma nova rúbrica sobre os temas que nos levam até ao Super Bowl.

Estas duas semanas, com a aproximação do Super Bowl, o Dentro do Game Room (DGR) vai se “desdobrar” em duas rubricas: o DGR onde vou apresentar um tópico de análise mais relacionado com o que se passa dentro das 4 linhas, e o “Dentro da Press Room” (DPR), onde durante estes próximos dias, os assuntos vão ser muitos e bons sobre tudo o que rodeia este grande jogo, a nível de “storylines” ou neste caso, “narrativas”.

Começamos então com o DPR para a semana 1 pré Super Bowl (SB).

O Harbaugh Ball: No caso de não saberem, os Harbaugh são irmãos. Sim, o Jim e o John são filhos dos mesmos pais. Partilham a mesma genética. Cresceram juntos e fizeram muitas tropelias os dois. É a primeira vez que dois irmãos vão se defrontar num SB. É a primeira vez que os manos se vão defrontar no Super Bowl. É a primeira vez que uma família vai ter um momento de incómodo, quando um dos irmãos se sentar á mesa para o jantar de Natal com um anel de campeão, e o outro não. E no caso de não saberes, fica aqui novamente, os Harbaugh são irmãos.

Ray Lewis. Se os Harbaugh (que são irmãos) são uma das narrativas mais apetecidas nestas semanas para o SB, outra é o Ray lewis, que posto também, não sabiam que se ia retirar, pois não? Eu sigo a NFL com grande atenção, e acho que só aqui e ali, numa paragrafo, numa linha, num, tweet é que se têm falado nesta decisão. Quase que não se ouve nada sobre este tema. Ray Lewis sabe muito bem explorar a luz dos holofotes, e as luzes dos holofotes irão estar sobre ele de certeza absoluta.

Quem? Se Ray Lewis vai sugar tudo o que é camaras e microfones, por outro lado tanto Ed Reed (safety) como Matt Birk (centro) também estão a terminar a sua carreira e não se fala tanto deles como se devia. Ed Reed tem 34 anos e anda na liga desde 1998, e Birk tem 36 e inicio a sua carreira em 2002. Este poderá ser também o último jogo para estes dois “guerreiros” que também procuram o seu primeiro anel.

birk

Este sei quem é. Também temos Randy Moss. Um dos melhores recievers da Liga, que também procura a sua primeira vitória no SB. Quando veio para Sã Francisco ele sabia que ia ser uma terceira (ou quarta) opção, mas ele fez esse “sacrifício” na procura de mais uma tentativa para ganhar o título, que lhe escapou quando ele teve a sua última grande oportunidade, onde também procurou o mesmo, mas em New England.

Futuro vs passado? A outra narrativa vai ser sobre os diferentes tipos de quarterback (QB) que vai se ver no SB com Kaepernick e Joe Flacco. Um QB mais móvel, outro mais estático. Um mais com táticas do jogo da universidade, outro de leituras mais tradicionais da defesa com procura de passe primeiro. Vai ser dito muitas vezes que “este pode ser o momento de viragem na Liga na posição de QB”, algo que acontece todos anos, é verdade. Mas que pode ser desta que uma nova filosofia de selecionar QB’s pode mudar, mesmo que ligeiramente.

Advertisements

One comment on “Dentro da Press Room para o Super Bowl (1ª semana)

  1. Outro facto importante prende-se com as duas equipas estarem perfeitas no Superbowl. 49ers com 5 idas ao Superbowl e 5 vitórias, enquanto que os Ravens com uma ida ao Superbowl e uma vitória. Uma delas deixará de ter um registo perfeito.

    Por outro lado, se os 49ers ganharem igualam os Steelers como o franchise com mais Superbowls, 6.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s