Podcast 77 – Análise da Free Agency os melhores planteis para 2013/14

No episódio 77, Ricardo Silvestre, Pedro Viana e Charles Brito falam sobre a Free Agency (dispensas e aquisições de jogadores), os cinco melhores planteis para a época de 2013-14.

E “falamos” também com os nosso habituais visitantes (como o Carlos Valido, Paulo Pereira, Rui Dowling e David Solano). Esclarecemos melhores algumas dúvidas e fazemos umas “provocações”.

Podcast NFLemPT

O podcast pode ser encontrado aqui.

Ou podem o encontrar também no iTunes.

Advertisements

10 comments on “Podcast 77 – Análise da Free Agency os melhores planteis para 2013/14

  1. entrando na discussão, para mim as 5 equipas mais fortes de momento são:
    1º-denver
    2º-falcons (um ataque de “dream team” e agora o osy umenyura na defesa e com mais 1/2 adições de qualidade na defesa e podem ficar com uma equipa completa para ir até ao fim)
    3º-49ers (continuam fortes e foram buscar um difference maker no boldin…
    4º-seahawks (se os egos não se sobrepuserem ao talento e ao esforço podem ir longe)
    5º-patriots (clássico….)

    as 5 mais fracas:
    -jets (fracos)
    -jaguars (fraquíssimos)
    -raiders (será que o palmer sempre sai e podem eles apostar no draft em geno Smith ou tentar uma troca pelo matt flyn??)
    -cardinals (so na divisão fazem 5/6 derrotas, não tem hipóteses)
    -panthers (com o ressurgimento de uns saints fortes e mais um passo em frente dos buccs podem ressentir-se da força da divisão ainda com uns falcons em alta…. desculpa aí charles 😉

    quanto aos cowboys, não há €€€, restruturaram-se contratos já deu para ir buscar 2 jogadores para a defesa para darem profundidade, podem ser boas soluções, não sei a franchise tag ao Spencer faz muito sentido (muito dinheiro para a qualidade dele, podíamos ter ficado com o Victor buttler que é mais novo e ganhava menos, ao não ser que consigam renovar e por o Spencer a ganhar menos, porque o “salary cap” tá curto e ainda falta assinar com o pessoal do draft….. espero que restruturem o do romo (que agora parece que pode ficar free agent no final da próxima época) e que ele aceite ficar a ganhar menos porque não tem feito muitos resultados para merecer o contrário… como tinha já dito não sei se a troca de coordenador defensivo foi positiva, pois o ryan tinha a defesa bem montada, mesmo com muitas lesões não sofríamos muitos pontos e os jogadores pareciam estar dentro da mecânica defensiva, agora terão de se readaptar e espero que o de marcus ware continue em altas e o sean lee recupere forte pois é importantíssimo…. e sendo o monte kiffen um coordenador de old Scholl preocupa-me como irá responder ás ofensivas mais jovens do read option e tal que têm os redskins do rg3 e os eagles agora comandados pelo chip kelly….

    para acabar o extenso comentário, quando falei do novo estádio dos falcons, é porque me custa a perceber como se pode gastar milhões num estádio para ser usado pela equipa por +/- 25 anos… bem sei que tem outras aplicações e a sua viabilidade económica e financeira deve ocorrer, mas andar a construir outro estádio gastando mais dinheiro quando se tem um (espetacular diga-se) não me faz sentido….

    • Boa análise Carlos.

      Vamos continuar a falar das equipas, e vamos comentar as vossas opiniões nos podcasts.

      Quanto ao novo estádio em Atlanta, tens de compreender que nos USA há muito o estigma de “o nosso tem de ser melhor que o deles”. Neste momento, com esta vaga de novos estádios (Cowboys, Giants/Jets, Colts, 49ers, Arizona) com condições muito luxuosas, principalmente para quem tem muito dinheiro e pode alugar/comprar uma suite no estádio, é normal que outras organizações queiram ter as mesmas condições para procurar iguais oportunidades: receber o Super Bowl, organizar eventos, fazer o cross-over para outras modalidades (college basketball, NBA All Star Game, etc).
      A conversa interessante de se ter é, “vale a pena?”. Em cidades (e Estados) com cada vez mais problemas económicos para pagar a polícias, bombeiros e enfermeiros, tanto dinheiro para ume estádio de football? Pois…

  2. Eu sei que o salary cap é muito importante mas mesmo assim como é possivel os meus cardinals cortarem o kerry rhodes e o adrian wilson. E o qb drew stanton? devem estar a gozar comigo. Tudo o que os cardinals precisavam era de um OL para dar tempo a kolb porque ele é decente. Mas não também o cortaram e agoram ainda vai é parar aos jets. Vai ser uma época frustante. Espero que o Bruce Arians saiba o que está a fazer porque ele disse muito bem do drew stanton mas sinceramente não acredito. Para finalizar, gostei da adição do shaughnessy, pode vir a ser mais um jogador importante na defesa.

  3. R.Silvestre não pude deixar de pensar em ti quando li isto “The total deal is for $119.5 million over seven years, when you include his $11.5 million salary for 2013. The extension includes $55 million guaranteed and a $25 million signing bonus, according to Rapoport. Yes, that’s more guaranteed money than Baltimore Ravens quarterback Joe Flacco received despite the Super Bowl champion being five years younger.” são os numeros de t.romo que vai receber de dallas. No minimo isto faz alguma confusão porque o romo só tem uma vitoria nos playoff na sua carreira que não está propriamente no inicio. Achei irónico que um dos jogadores que comentou este novo contrato foi o D.McNabb jogador que teve uma carreira na nfl que faz lembrar um pouco a do romo, digamos uma versão do romo um pouco mais sofisticada mas com resultados parecidos.
    Se for para ir buscar o kolb para os “meus” raiders antes ficar com o palmer, parece que tambem há a hipotese do m.flynn aí acho que era mais animador. Carlos concordo com a tua lista duas outras equipas que ficaria de olho nesta epoca são os rams (jogos da NFC West vão ser bons!) e os bengals.

    cumprimentos

  4. Ainda é prematuro falar-se de favoritos, mas aparentemente os nomes serão os mesmos de 2012. Os Broncos estão a aproveitar a janela de oportunidade que lhes apareceu, com Peyton Manning. Acho a equipa fortíssima, mesmo tendo perdido Elvis Dumervil.
    Depois, a NFC West ameaça tornar-se a divisão mais forte e equilibrada da liga. Os Seahawks têm também uma oportunidade de ouro, pelo menos até 2015, para se assumirem como contenders. É que, depois, acabam os contratos de rookie de Russell Wilson, de Bobby Wagner, do Richard Sherman, do Earl Thomas e Kam Chancellor. Vai ser necessário jogo de cintura para conseguirem ficar com todos eles. Mas isso é só lá para a frente. Agora, estão temíveis. Percy Harvin pode formar uma bela dupla com Sidney Rice ou Golden Tate. E, na defesa, Cliff Avril e Michael Bennett, vão dar mais consistência aos front7. Os grandes rivais dos Hawks, os 49ers, continuam sólidos. Foram, para mim, a melhor equipa nos dois últimos anos, privados do SB por meros golpes de azar. Conseguiram o Anquan Boldin (como é possível os Ravens terem achado que ele não valia 6 milhões) e manterão aquela defesa intratável.
    Os Patriots, beneficiando duma divisão dócil(apesar de ter muita curiosidade em ver o que os Dolphins farão, com tanta contratação), mesmo perdendo o Welker, mantiveram o Talib e o Vollmer, foram buscar o Amendola e o Adrian Wilson, para a secundária que costuma ser o calcanhar de aquiles. Serão contenders, de certeza.
    Os Falcons, com a adição do Steven Jackson, têm um ataque demolidor. Mesmo perdendo o Brent Grimes, no corpo de CBs, conseguem manter solidez. O Robert McClain mostrou qualidade, substituindo o Grimes. Acho que lhes falta mais agressividade no front4, a nível de pass rush, mas isso é algo que eles devem colmatar no draft.

    De resto, muita curiosidade em ver o que Packers e Saints farão, e a forma como Browns e Chiefs, duas equipas habitualmente associadas a sacos de pancada, se comportam, depois deste início de offseason prometedor.

  5. RD81, sinceramente, nos Raiders, preferia ficar com o Palmer do que com a incógnita Flynn. Eu sei que o Palmer foi intransigente na redução salarial, e por isso saiu, mas o Flynn tem um hype em redor dele que acho excessivo. Só fez 2 jogos a titular nos Packers (por acaso, com duas belas exibições), mas foi uma escolha de 7º round e perdeu a luta nos Seahawks para um rookie que os scouts consideravam undersized. Por isso, acho que são demasiadas evidêndias que sugerem uma abordagem cautelosa e não muito entusiástica na ida dele para Oakland. O Palmer aparentemente vai para Arizona. Só espero que os Cards tenham aprendido com os erros do passado, quando presentearam o Kolb com um contrato obsceno. Palmer será um upgrade em Arizona, face ao que está no roster, mas só se for por uma quantia mais módica.
    Quanto ao contrato de Romo, achei-o normal. O Romo tem qualidade, apesar de ser inconsistente. Mas os Cowboys estavam numa encruzilhada. Em 2014 ele atingiria a free agency e eles podiam perder aquele em que apostaram para ser o franchise QB. Agora, se se paga 55 milhões garantidos ao Romo, imagino o que o Aaron Rodgers pedirá, ele que anda em negociação para prorrogar o vínculo aos Packers.

    • o palmer tambem não teve vida facil nos raiders, tinha o macfaden e pouco mais no ataque, qual seja o QB que venha não vai ter vida fácil, muito dificilmente esta equipa apura-se para os playoffs para pena minha.cumprimentos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s