MC – Mock Draft

Boas!

Faltam cerca de 2 semanas para o 1º grande evento da Época de 2013, o DRAFT!

Assim, e depois dos principais FA’s terem assinado os seus novos contratos, vou arriscar fazendo a minha 1ª (e última) previsão sobre os jogadores que serão escolhidos pelas respectivas equipas, na 1ª ronda.

Como todos os Mock Drafts, provavelmente não terei muito sucesso, pois nunca sabemos quais os trades efetuados  mas acima de tudo, não sabemos o que vai realmente na cabeça dos GM’s e HC’s de cada equipa.

Assim, tentarei num misto de BPA (melhor jogador disponível) e Need (posição mais carenciada da equipa) acertar mais do que as 5 escolhas que tive na última época.

Comentem!

Opinem!

—————————————-x—————————————

Chiefs

LUKE JOECKEL – T

Ao contrário do último Draft, ainda não temos a certeza de quem ser o 1º jogador escolhido este ano. No entanto, e após a aquisição do seu Franchise QB, assim como de vários jogadores no FA para preencherem certas lacunas, a posição de Tackle parece ser a mais óbvia. Subsistam ainda dúvida se jogará na direita ou na esquerda, já que o titular do lado esquerdo já disse que quer jogar ali…

Jaguars

DION JORDAN – DE

Numa equipa com enormes “buracos” para serem preenchidos, é extremamente difícil adivinhar qual o jogador que será escolhido, no entanto, e devido á falta de pass rushers decentes, acredito que os Jaguars optarão por este DE que sozinho pode provocar o caos na linha ofensiva contrária. Apenas não coloquei aqui o Geno Smith porque as últimas informações sobre ele não são as melhores, e porque acredito que darão mais uma hipótese ao Blaine Gabbert, e de alguma forma tentar capitalizar uma escolha tão contestada. A aquisição de um HC tendencialmente defensivo é mais uma dica sobre a orientação da equipa de Jacksonville, no Draft.

Raiders

GENO SMITH – QB

Acredito que esta é a 1ª escolha que vai merecer contestação! “Fizeram uma troca de QB’s, e de forma alguma vão investir uma escolha tão alta num QB” dirão alguns de vós. No entanto, tratam-se dos Raiders, e a aquisição de Matt Flynn não foi nada de significante desportiva ou economicamente. Admito que os relatórios sobre ele recordam-me o escrutínio realizado ao Cam Newton há uns anos atrás.

Eagles

STAR LOTULELEI – DT

Uma frente defensiva com Lotulelei, Cox e Sopoaga conseguirá deter qualquer jogo em corrida dos adversários. Este jogador teve recentemente boas notícias, já que os exames médicos confirmaram que não possui nenhuma doença ou condição no seu coração. Este jogador oriundo de Utah pode criar jogadas a partir do interior ou do exterior já que possui uma força física dominadora.

Lions

ZIGGY ANSAH – DE

Bye Bye Cliff Avril! Welcome Ziggy Ansah!

Com esta trocar, os Lions podem ter efetuado um upgrade ao seu corpo de pass rushers. Enquanto que a sua capacidade física e técnica de ataque é altamente elogiada, muitos questionam se este jogador quer “mesmo” jogar Football. Nascido no Ghana, Ansah praticou vários desportos na Faculdade até ser empurrado para o Football e debitar prestações excepcionais! Um jogador problemático mas com enorme potencial… á imagem da sua “futura” equipa!

Browns

DEE MILLINER – CB

Quando o “BPA” encontra o “Need”!

A posição de CB do lado oposto ao de Haden é uma das principais lacunas desta equipa que pretende na próxima época “dar o salto” numa Divisão tradicionalmente difícil. Com esta aquisição, os Browns terão uma das melhores (senão a melhor) de Corners da Liga.

Cardinals

ERIC FISHER – T

Os últimos QB’s da equipa de Arizona foram altamente contestados, no entanto, muita dessa culpa reverte directamente para uma das linhas ofensivas mais fracas da NFL. Com a aquisição de Palmer, os Cardinals têm finalmente um QB com “braço” para municiar Larry Fitzgerald. Assim sendo, a sua protecção deverá ser o principal objectivo de Bruce Arians.

Bills

RYAN NASSIB – QB

Chocados?

Uma das coisas que mais vezes vi nos Drafts, foi as equipas fazerem um “reach” por um QB. Neste caso, Marrone conhece bem Nassib e vê nele o futuro da Organização. Com a saída de Fitzpatrick, a lugar está “aberto”.

Jets

SHARRIF FLOYD – DT

Muitos acreditam que os Jets irão escolher o substituto de Mark Sanchez nesta posição. Eu acredito que fá-lo-ão neste Draft, mas o facto de Floyd lhes “cair no colo” obrigá-los-á a repensar na estratégia do Draft e optar pelo melhor jogador disponível. Flloyd é um daqueles jogadores que tem um potencial enorme, e sabemos que Ryan tem uma apetência especial pelos fase defensiva do jogo, moldando este jogador num dos melhores DT’s da Liga.

Titans

CHANCE WARMACK – G

Considerado por muitos como o melhor jogador deste Draft, Warmack tem o azar de evoluir numa posição que não é muito valorizada na NFL. No entanto, com esta aquisição, os Titans terão um jogador que poderá abrir o caminho a CJ2K ao mesmo tempo que protege o seu QB, que embora novo, já tem um histórico de lesões extensa.

Chargers

LANE JOHNSON – T

Sendo provavelmente esta a última hipótese para Philip Rivers demonstrar o QB que muitos temem, a equipa de San Diego vai tentar fazer tudo para municiá-lo de ambos os lados. Esta escolha permitirá a Rivers ter uma protecção adequada, tendo assim tempo para desenhar as jogadas que o seu “Big Arm” pode executar.

Dolphins

DJ FLUCKER – T

Após uma FA em que a equipa de Miami esteve muito activa (nas saídas e nas entradas),  o seu jovem QB vê-se privado de Jack Long. Assim sendo e dado Tannehill ser uma grande esperança para esta equipa da Flórida, os Dolphins irão escolher Flucker que embora não esteja ao mesmo nível que os anteriores Tackles, é um garante de estabilidade na posição.

buccs

SHELDON RICHARDSON – DT

Juntamente com Roy Miller, Richarson poderá formar uma das duplas de DT’s mais dominantes da Liga. Muitos apontam a 3ª linha como deficitária, mas a verdade é que com esta escolha, a pressão no QB adversário será constante e a partir do Dia 1.

Panthers

CORDARELLE PATTERSON – WR

Com a saída dos melhores DT’s em posições anteriores, os Panthers virar-se-ão para a posição de WR. Entre Patterson, Austin e Allen, os Panthers deverão escolher um sucessor para o “eterno” Steve Smith que está em final de carreira. Com este alto e forte receiver, Ricky Prohel (treinador dos receivers) poderá moldar o futuro da Organização. A chegada de um novo GM a Charlotte, leva-me a acreditar que os anos passados nos Giants, fá-lo-ão escolher uma das posições preferenciais daquela equipa, já que a outra (DE) está bem representada nos Panthers.
De qualquer forma, necessitam de potenciar ao máximo as qualidades de Cam Newton, dando-lhe todas as armas possíveis, para este continuar a sua progressão.

Saints

BARKEVIOUS MINGO – DE/OLB

Com a passagem da defesa de Nova Orleães de 4-3 para 3-4, esta unidade tem falta de jogadores que possam criar desequilíbrios a partir do exterior. Com Mingo, terão um jogador que poderá tapar algumas das lacunas evidenciadas na última época.

Rams

JONATHAN COOPER – G

A minha tendência nesta escolha seria á priori para colmatar a saída de Danny Amendola, com a aquisição de Tavon Austin ou Keenan Allen, no entanto, as informações “privilegiadas” facultadas por um “insider” bem conhecido de todos vós, levou-me a considerar a escolha deste Guard numa tentativa de continuar a fortalecer a OL e permitir assim a Sam Bradford passar mais tempo de pé

Steelers

XAVIER RHODES – CB

Numa das defesas tradicionalmente mais fortes da Liga, a aquisição deste jogador, permitirá aos Steelers colmatar uma das lacunas mais evidentes da última época. A escolha de um OLB poderá também ser considerada.

Cowboys

MENELIK WATSON – T

É tão fácil descobrir o que é que o Jerry Jones está a pensar fazer com esta escolha como… acertar em todas as escolhas do Draft!

A assinatura de um Mega contrato por parte de Tony Romo, poderá evidenciar que Watson será o escolhido para fortalecer uma OL demasiado permissiva.

Giants

BJORN WERNER – DE

Pass Rushers! Pass Rushers! Pass Rushers!

Esta equipa parece nunca estar saciada para esta posição. Uma defesa com trocas constantes nesta posição, permite-lhes incutir um ritmo muito forte nos jogos. Assim, a queda deste “antigo Top 10” será amplamente festejada! Uma coisa é certa, os Giants aplicam “sempre” as suas escolhas de 1ª ronda em playmakers (QB, WR ou DE).

Bears

ALEC OGLETREE – ILB

Com a saída de Urlacher, a posição de ILB poderá ser colmatada por Ogletree, que possui todas as ferramentas necessárias para se instalar numa das defesas mais temíveis da Liga, a partir do dia 1.

Bengals

TAVON AUSTIN – WR

Os Bengals são uma das equipas mais difíceis de prever, pois não têm nenhuma lacuna demasiado exposta. Assim, a escolha em Allen poderá retirar alguma da pressão dos ombros de AJ Green, que muitas vezes se vê confrontado com marcações colectivas á sua frente. Este pequeno-grande receiver pode ao estilo de Welker e Harvin, desempenhar diversas “posições” e permitir diversas configurações num ataque já muito perigoso.

Rams

KENNY VACCARO – S

Na sua 2ª escolha da 1ª ronda, os Rams virar-se-ão para a defesa, e escolher este forte Safety para reforçar uma posição que necessita de um upgrade, completando assim um corpo de Defensive Backs de 1º nível.

Vikings

KEENAN ALLEN – WR

Com a aquisição de Greg Jennings, muitos pensam que os Vikings irão virar-se para outras posições nesta ronda, no entanto, graças ao facto de terem 2 escolhas, optarão por este dinâmico receiver, possibilitando tanto ao Jennings como ao próprio Peterson algum descanso e alívio nas marcações.

Colts

MANTI TE’O – ILB

Após um FA onde estiveram extremamente activos, os Colts colmataram algumas lacunas, sendo que o seu corpo de Linebackers é relativamente reduzida. Se não tivesse sido pelo episódio da namorada-morta-que-afinal-não-existia, e Te’o não estaria disponível tão tarde. Com Chuck Pagano, Te’o poderá tornar-se com tempo num ILB temível.

Vikings

SYLVESTER WILLIAMS – DT

Os Vikings precisam de renovar a sua frente de defesa. Com este possante jogador, terão a oportunidade de, com tempo, melhorar a sua técnica, e assim fortalecer um sector que está envelhecido.

Packers

EDDIE LACY – RB

Eu sei que é pouco provável os Packers escolher um RB na 1ª ronda, mas Lacy é provavelmente o melhor jogador nesta posição, sendo esta umas das mais frágeis no plantel.

A menos que os Packers optem por uma troca (alguém pensou alto no DeAngelo Williams?), os Packers terão mais cedo ou mais tarde reforçar esta posição.

Texans

DEANDRE HOPKINS – WR

Com um André Johnson já veterano e sem verdadeiras armas do lado oposto, os Texans poderão naturalmente virar-se para este receiver que possui armas suficientes para causar estragos no backfield adversário.

Broncos

DESMOND TRUFANT – CB

Toda a gente se recorda da derrota contra os Ravens e como aquela 3ª linha parecia vazia?

Bem, com Trufant, os Broncos possuirão um “big body” que lhes permitirá uma maior rotação, numa Liga que definitivamente se tornou em “Pass Happy”!

Pats

MARGUS HUNT – DE/DT

“Big Body”, “Lots of upside” são termos que o Imperador Palpatine parece gostar quando lê as características dos seus jogadores. Com este jogador, os Patriots poderão facilmente aumentar o pass rush com um jogador que pode jogar em qualquer uma das posições da frente da defesa.

Falcons

TYLER EIFERT – TE

Thomas Dimitroff (GM) é um dos melhores avaliadores de talento da Liga. Embora tenha conseguido convencer (com 7M$ até a mim me convencia) Tony Gonzalez a regressar, os Falcons sabem que será por pouco mais tempo. Com Eifert, poderão fazer uma transicão natural, permitindo-lhe aprender com um dos melhores de sempre na posição.

49ers

JESSE WILLIAMS – DT

Mais um “mastodonte” para a 1ª linha defensiva. Mais um jogador para melhorar uma das melhores defesas da Liga. resumindo, os ricos ficam cada vez mais ricos…

Ravens

MATT ELAM – S

Com a saída de tantos jogadores importantes, será difícil entender o que é que os Ravens vão empreender neste Draft. No entanto, a escolha deste DB de LSU permitir-lhes-á colmatar (na devida escala) a saída de Ed Reed.

Advertisements

7 comments on “MC – Mock Draft

  1. Gosto bastante da maioria das escolhas do draft que teve, claramente, em conta as necessidades de cada equipa. Nã escolha dos Jaguars, não sei se será esse o caminho imediato. Gosto do Dion Jordan, mas a equipa tem o Babin (é veterano, mas ainda tem gás no tanque) e o Jeremy Mincey, que pese vir dum ano pouco produtivo, já demonstrou que tem qualidades de pass rusher. Também me custa algo a engolir a escolha do Geno Smith nos Raiders, não só pela aposta recente no Flynn, mas sobretudo por ser uma franquia que (“graças” a Al Davis) tem poucas picks. Assim, gastar a principal pick noutro QB parece-me algo non sense. Acho que Reggie McKenzie optará por escolher um DT, área onde eles precisam urgentemente de reforços. Vejo o SharriF Floyd ou o Star Lotulei em Oakland. Gosto da pick escolhida para os Lions. Estes, antes da free agency, pareciam ir escolher um CB (Dee Milliner), mas a saída do Avril e do Vanden Bosch criaram outra necessidade e o Ansah parece ter um upside imenso. Talento puro. Os Bills, pese terem também optado por um QB no free agency, são um caso totalmente diferente dos Raiders. Aqui sim acho que eles irão escolher outro QB, que possa desenvolver sem grande pressão. Sei da ligação entre o Nassib e o head coach Marrone, mas tenho algumas dúvidas que ele seja o escolhido. Segundo reports recentes, o Tyler Wilson tem impressionado e poderá ser uma opção válida para sair, tal como o Geno Smith ou o Matt Bsrkley. De resto, gostei muito das picks que fizeste para os “meus” Vikings. Preferia, como WR, o Tavon Austin ou o Cordarrelle Paterson, mas deve ser irreal achar que eles chegam à pick 23. O meu problema com o Keenan Allen é o estado físico dele. Faltou ao Combine e ao Pro Day de Cal, deixando no ar que a lesão que ele sofreu pode ser bem mais grave. Na pick 25 acho o Williams uma pick de enorme qualidade, mas acho que dependerá de como corra o draft. Acho que se, na altura da escolha, um dos principais MLB esteja por escolher, os Vikings irão antes opta por escolher um deles. O Alec Ogletree já deverá ter saído, mas tenho esperança de ver o Manti Te’o a sobrar até aí.
    Para finalizar, adorei a escolha do Eddie Lacy nos Packers (caramba, já era altura de terem um RB em condições), do Magnus Hunt nos Pats (muita curiosidade em ver o que ele fará ao mais alto nível), do Jesse Williams nos 49ers( O tipo é uma “besta” dentro de campo, tremendo fisicamente) e do Trufant nos Broncos. Para mim ele é melhor do que o Xavier Rhodes. Fez uma temporada espantosa em Washington e tem aquilo que eu adoro num CB: agressividade e altura. Pode ser um ball hawker tremendo.

    Parabéns pelo mock. Ficou excelente e muito mais credível do que alguns que já vi, de fontes aparentemente insuspeitas e entendidas.

  2. é um “mock draft” bem interessante e bem mais conseguido que muitos que já vi de analistas americanos da nfl e concordo com muitas das ideias aqui mencionadas, mas contém algumas situações que não prevejo….

    primeiro não vejo o geno Smith em Oakland….. como já disse noutros comentários penso mais em Cleveland ou bills para o geno, principalmente porque estas equipas precisam mais do QB do que Oakland, e porque Oakland já tem o seu QB para o futuro e como tem poucas escolhas de draft e muitos buracos na equipa vai preencher alguns desses no draft….

    segundo também penso que o CB trufond é capaz de ser selecionado antes do rhodes, mas deverá ir para os jets…. pois vejo os jets a trocar o revis para tampa e escolher o trufond numa das 2 escolhas altas com que ficará….

    acho que o nassib irá apenas ser escolhido na 2º ronda por uma equipa fraca e irá lutar pela titularidade na próxima época (pode ir para Cleveland ou buffalo dependendo de quem escolher o geno….)

    o manti te-o acho que irá para os bears, e gostei das escolhas para os vikings, texans, panthers e bengals!pois também há receivers bons neste draft e nestas equipas podem ser importantes para darem diferentes soluções de passe e libertarem as estrelas que estas equipas têm para receber os passes…. acho que os rams com 2 escolhas nesta 1º ronda podiam entrar na escolha por um destes bons receivers de modo a suplantar a saída do amendola e dar armas ao brafford….

    quanto aos meus cowboys, penso que terá de vir um homem forte para a linha ofensiva para ajudar o romo e o jogo em corrida a ver se damos mais tempo e confiança para que o romo não faça aqueles passes para picks adversárias… seria bom se o dj fluker chegava a nós, mas ainda assim pelo que procurei o menelik Watson parece ser interessante e bastante forte e vai com certeza ajudar nesta tarefa (o que também não é muito difícil tendo em conta o que temos visto nestas épocas….)

    ainda assim falta algum tempo e acho que ainda podem existir algumas diferenças nas posições de escolha, por exemplo os 49ers têm muitas escolhas disponíveis este ano e podem usá-las para trocar de posição com alguma equipa de modo a “draftarem” por um jogador para uma posição especifica e de qualidade alta.

    • Oakland já tem qb? Matt Flynn ainda não provou nada na nfl, é uma icógnita apesar de também não acreditar que eles escolham qb no 1º round. Para Cleveland sinceramente não acredito, está lá o Brandon Weeden que apesar de ser “velho” para qb de 2º ano os Browns vão apostar nele até haver uma draft class mais “rica” em qb. Quanto aos Bills parece-me ser onde ele vai parar pois não têm de todo a posição de qb ainda definida. Quanto ao resto nada a dizer. Abraço e continua com estes comentários, tanto tu como o Paulo Pereira parecem perceber disto.

      • oh amigo rodrigo obrigado pelas palavras, mas não sou nenhum grande conhecedor do mundo nfl…. alias até só sigo a nfl há 5/6 anos…. mas venho a perceber porque é que nos USA se vive 6 meses a época e outros 6 para a próxima época…. tenho-me interessado a cada ano que passa, ao inicio procurava saber as equipas e como funcionava a liga, depois saber os jogadores e algumas taticas e estratégias mais simples e o que faz cada jogador/posição durante as jogadas, depois passado mais uma época saber o funcionamento da free agency e desde a época passado comecei a seguir melhor o draft, como funciona e a seguir algumas provas do combine e as opiniões e vídeos de alguns especialistas…. este mundo da NFL é mesmo viciante!

        quanto a ter dito que o flynn seria um QB do futuro era apenas porque acho que Oakland acredita na sua potencialidade e como tem muitas necessidades para outras posições e poucas picks no draft não ia gastar uma pick noutro QB quando tinham ido buscar já o flynn…. porque também acho que o flynn tem muito a provar pois ainda muito pouco fez nos campos em jogo…..

        já agora uma ideia….. qualidade vs quantidade: tendo Oakland falta de picks e os 49ers(por exemplo) tantas picks, seria possível os 49ers tentarem ficar com a 3º escolha de Oakland de modo a conseguirem ter a certeza que apanham o alvo que querem no draft, trocando para isso a sua escolha nº 31 mais uma pequena coleção de escolhas de rondas secundárias??? estas ideias são possíveis e algo comuns ou nem por isso??? acham que seria bom para ambos ou seria pior para Oakland pois não conseguiria (em principio/na teoria) um jogador tão bom para melhorar a equipa???

  3. Que acham desta ideia?
    Um draft “virtual” onde nós serìamos os GM’s das equipas e farìamos um Draft de 2/3 rondas? O ideal seria termos 32 GM’s ( ou no minimo 8 que seriam GM de 4 equipas diferentes) e fariamos via skype/google+ ou qq outro messenger um Draft do NFLemPT.
    Interessados?

  4. por mim acho igualmente uma ideia interessante…. nunca fiz nada assim parecido não sei bem como se desenrolaria e como nos organizamos (pois também eu e tecnologias…..não é muito fácil….) mas seria uma ideia interessante e seria no mínimo animado!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s