Dentro da Press Room para a semana -1

press room

Esta semana no Dentro da Press Room, começou a NFL…temos que preparar as nossas caras-metades para mais uma época de futebol Americano.

Agora que a Liga começou com os jogos a “doer”, o “bichinho” (como já foi referido várias vezes aqui na caixa de comentários) começa a “incubar” e a “febre” de voltar a ver football está ao “rubro”… assim como eu a usar aspas nas minhas frases.

E chega o fatídico momento onde as nossas caríssimas e queridíssimas (graxa, graxa) caras-metades (ou caras-metades no caso delas, e há elas, temos um artigo para o demonstrar) percebe que, com o início da época, os Domingos a partir das 6pm voltam a ser aquela “dor de cabeça” de ter de andar a fazer ultimatos a(o) namorada(o).

Fica aqui no dentro do Press Room de hoje como “negociar” com o nosso “mais que tudo”, o nosso “bombom”, o “nosso amor” (mais graxa!) para vermos o nosso desporto favorito sem ninguém a bufar pelas imediações, ou pior ainda, termos de treinar os nossos reflexos para evitar alguma peça de loiça mais bem direcionada.

1) Escolher um jogo de treta para ter na “box” para colocar quando sabemos que estamos a alguns minutos de começar o programa favorito dela(e). Quando formos confrontados com o facto de “é sempre a mesma coisa?”, podemos dizer “pronto, pronto, eu mudo de canal, eu faço esse esforço por ti”, e assim não vemos o primeiro e segundo quarto do jogo entre os Jaguars e os Browns com o “showdown” entre o Gabbert e o Weeden. Lembre-se de fazer aquela cara de “este era o jogo mais importante do ano” e tentem ser convincentes.

2) Tentem vender a personalidade dos jogadores, para além do jeito que têm a lançar uma bola, a fazer uma corrida ou uma placagem. Expliquem à vossa companheira(o) que este jogador tem uma instituição de caridade, aquele faz trabalho comunitário, aquele ajuda crianças com cancro. Vão ver a vossa companhia a fazer um “ohhhhhhh” e a ficar com uma lágrima no cantinho do olho (sim, mesmo eles). Só não se esqueçam é de, se perguntarem se aquele era o jogador envolvido num assassinato, ou aquele num luta de cães dizer que “não!! Esses jogadores foram expulsos da Liga!!”.

3) Apresente o jogo que quer ver como se fosse uma série televisiva. Os Cowboys contra os Giants? É como se fosse a série Dallas, mas passada em Manhattan. Pittsburgh vs Baltimore, mais um episódio de “The Wire” com a luta entre gangs por supremacia de terreno. Os St. Louis Rams e os San Diego Chargers como “O Survivor” onde quem ganhar muda de casa para Los Angeles, ou os Patriots contra os Denver numa espécie de “Jogo de Tronos” com os reis Brady e Manning a lutar pela liderança da NFL.

4) Surpreenda a sua amada(o) tomando a iniciativa de marcar um almoço ou jantar na casa dos pais dela(e). Diga que até leva uma garrafa de um bom vinho para o seu sogro e umas flores para a sogra. Desde que seja a um sábado (mas sem referir que é por causa dos jogos serem ao domingo). Diga que sábado é um dia melhor, pois não é o “dia do senhor”.

5) Não abuse do “mas querida(o)… são os playoffs”. Se gosta da NFL, a hipótese é elevada que também goste da NBA, NHL e MLB, e assim “playoffs” é o ano inteiro.

6) Saiba fazer “trocas”. Um jogo da NFL por um documentário. Mas seja prudente. Não comece a fazer exigências dos “dois lados”. Não diga que quer ver um documentário sobre a 2ª Grande Guerra ou sobre carros de grande cilindrada. Deixe-a(o) escolher. Mas se lhe for perguntada à opinião, diga que prefere ver um documentário sobre natureza do que um qualquer cozinheiro mal-humorado aos berros numa cozinha. Se não houver “negociações”, a outra hipótese é ter um pacote de dados que lhe permita fingir que está interessado no dito cozinheiro, mas na verdade estar a ver highlights da NFL no telefone. Certifique-se que ela(e) está tão embrenhada(o) na questão do soufflé que não a(o) apanha a mexer no smart phone. Se ambos gostarem do mesmo tipo de show…harmonia!

7) Recompense-a(o). Diga que a(o) ama. Agradeça-lhe cada vez que ela(ele) deixar ver o jogo. Ofereça-lhe uma prenda bonita. Leve-a(o) a jantar fora num sábado à noite. Diga-lhe que ela(e) é muito bonita(o), que é a “luz do seu dia”, que é a “cereja no topo do bolo” que é o seu “mais que tudo”. E nesses momentos, desligue o caraças do smarth phone e dedique-se exclusivamente a ela(e). Assim, da próxima vez que a época iniciar ela(e), para além de lhe fazer a vontade e deixa-lo ver os jogos, sabe que ela(e) está em primeiro lugar, e que a NFL é só um passatempo… só não falem é nisso muitas vezes, não vá “fugir-lhe a boca para a verdade”…JUST KIDDING!! ; )

Advertisements

3 comments on “Dentro da Press Room para a semana -1

  1. Pingback: A época está a começar…como lidar com a nossa cara-metade (4ª edição) | NFL em Português

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s