Dentro da Press Room para a 3ª semana de Maio (2014)

press room

Esta semana no Dentro da Press Room, “se toda a gente estiver acima da média…então onde fica a média?”

Alguns “fenómenos” que nunca me deixam de divertir quando estamos pela altura do Draft são:

a) toda a gente sabe qual a melhor escolha para cada equipa antes do Draft acontecer (dai os milhões de mock Drafts),

b) todos os donos de equipa,General Managers e treinadores asseguram que o jogador que selecionaram esteve DESDE O INÍCIO na lista de jogadores desejados, e exatamente na ordem em que foram escolhidos,

c) e todos os analistas sabem dar notas às equipas depois do Draft terminado,

Mas agora temos ainda mais uma tendência que começa a ser observável,

d) cada vez mais os analistas dão notas “acima da média” para todas as equipas.

Exemplo, neste Draft (acompanhei as rondas do FDS e achei graça quando reparei) reparem nas notas que dois analistas da NFL Network deram a 4 das oito divisões da NFL (eu não consegui fazer o screen grab das outras).

AFC Este AFC Norte NFC Oeste NFLEste

Como podem ver, ninguém fez nenhum disparate, todas as equipas estiveram claramente bem a escolher os jogadores, os General Managers são autênticos génios e o futuro destas organizações está em boas mãos com tantos jogadores de qualidade prontos a darem o seu contributo.

Claro que este pessoal não faz a mínima ideia do que está para aqui a avaliar. Não só, neste momento não se sabe se os jogadores selecionados no Draft irão realmente assinar contratos com as equipas, como inclusive aqueles que ficarem podem ser autênticas desilusões e daqui a uns anos estarem fora da Liga.
Qual é a razão de tal coisa então?

Estas são opiniões pessoais e devo dizer que se algumas forem concordantes com o que outros cronistas possam escrever, é, e como se diz no cinema “pura coincidência”.

1) toda a gente gosta de fazer uma análise onde se quer ser “mais esperto” que os espertos. Logo, se estas equipas escolheram estes jogadores, necessariamente significa que eles viram algo que “nós não vimos”, logo tem de se dar um “crédito” aos decisores e não se querer fazer “figura de urso” dizendo que eles se enganaram,

2) Quando se dá estas notas, está a avaliar-se os decisores, não os jogadores. Se os jogadores não “cumprirem com a sua parte”, isso é culpa dos jogadores, e não dos que os escolheram ou daqueles que aplaudiram essas escolhas,

3) “dar graxa” é uma coisa que, não só fica sempre bem, como pode “abrir portas”. Quando mais “brilhante” quisermos fazer acreditar que as pessoas que estão nas organizações são, mais simpáticas essas pessoas podem ser quando se trata de dar acesso às Organizações,

4) este pessoal tem de justificar o dinheiro que ganha.

Alguma outra coisa que me tenha escapado?

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s