Dentro da Game Room para a semana 2(2014)

Voltamos à rubrica Dentro da Game Room, onde apresento um aspecto em particular que me despertou a atenção neste caso, do primeiro fim-de-semana da NFL. Para a primeira semana…quando o QB suplente parece ser melhor que o titular. E mostro-o em campo.

Quando se é adepto de uma equipa da NFL (e apesar da poligamia desportiva ser permitida, deve-se gostar, e apenas, de uma equipa da AFC  e de uma da NFC –  não se deve, repito, não se deve, gostar de duas equipas da mesma Conferência (muito menos da mesma Divisão)) segue-se as outras três equipas da mesma Divisão, para antever quais as dificuldades que cada uma dela pode criar à nossa equipa favorita.

É curioso que em todos estes anos de RGIII nos Washington, nunca me senti verdadeiramente impressionado com esse quaterback. É verdade que foi ganhar a Dallas por uma vez (enquanto Cousins no ano passado teve um jogo muito pobre em casa contra os Cowboys).

Mas o RGIII sempre me pareceu algo errático, com pouca capacidade de liderar a equipa, muito suscetível a lesão e o centro de controvérsias (lembro-me por exemplo quando foi o caso de ter jogado lesionado) que nada de bom traz para um jogador tão novo.

Quando neste domingo tivemos um “game break” na FOX (estava eu a ver Dallas vs Tennessee) que RGIII se tinha lesionado e que Kirk Cousins tinha entrado no jogo pensei  ‘uh, uh…isto são más notícias…para os adeptos de Dallas (e dos Giants e dos Eagles).

Cousins entra em jogo, e o seu primeiro passe é…para touchdown de Darrel Young. A partir dai a equipa de Washington avançou para uma vitória impressiva de 41-10.

cousins

Cousins parece enquadrar-se melhor no esquema do treinador Jay Gruden. Ele consegue fazer passes longos melhor que RGIII, principalmente lançando para as linhas laterais onde tem mostrado uma boa precisão. Completou os seus oito passes em 3º down com seis conversões. Mantem-se bem no ‘pocket’ e mostra uma boa capacidade de ler as defesas.

O diagnostico para RGIII é um tornozelo deslocado (que aconteceu numa situação onde estava a correr ‘sozinho’ e colocou mal o pé (!!!)) e vai ficar de fora da equipa 4 a 5 semanas. A equipa é agora de Cousins que vai ter a oportunidade de mostrar se é o QB de futuro para esta organização, se é bom o suficiente para ser trocado para outra equipa com vantagem para a equipa de Washington a nível de uma escolha de draft de primeira ronda para o futuro, se é um QB suplente competente, ou se não será capaz de se afirmar quando tem a oportunidade.

Mas que me faz ficar mais preocupado… isso é capaz de fazer.

Advertisements

2 comments on “Dentro da Game Room para a semana 2(2014)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s