Dentro da Game Room para a semana 4(2014)

Voltamos à rubrica Dentro da Game Room, onde apresento um aspecto em particular que me despertou a atenção neste caso, do quarto fim-de-semana da NFL. Hoje, quando se passa de “bestial” a “besta” em apenas…duas semanas.

Desde 2012 que a equipa de Buffalo invistiu três escolhas de primeira ronda do draft, uma escolha na segunda ronda, duas escolhas na terceira ronda e uma escolha na quarta ronda para adquirir um quarterback (QB) e recievers.

Na segunda-feira, o treinador dos Bills, Doug Marrone, anunciou que o QB da equipa, E.J. Manuel irá para o banco e que Kyle Orton é agora o titular da equipa nessa posição. Esta decisão foi resultado de mais um mau desempenho de Manuel que demonstrou novamente uma grande falta de consistência e de precisão.

A justificação apresentada por Marrone foi que “precisamos de mais produção na posição de QB (…) temos uma equipa com capacidade de chegar aos playoffs e esta troca dá-nos mais oportunidades de ganhar jogos”.

Não faz muito tempo que a opinião generalizada em Buffalo era que E.J. Manuel era o futuro da organização. Aliás, não é preciso ir muito mais longe do que a semana 2, quando os Bills estavam com 2 vitórias e 0 derrotas e começavam a ouvir-se os primeiros comentários que esta equipa iria lutar abertamente pelo topo da Divisão AFC Este.

No entanto, agora E.J. Manuel é um dos “piores” QB’s da Liga na estatística de “valor total”, via Football Outsiders,  apesar de em quatro jogos tem uma percentagem de 58%, 838 jardas ganhas, com 5 passes para TD e 3 INT’s. Falta experiência para tomar melhores decisões em momentos chave.

Mas não é também da responsabilidade de Marrone (não estar a ajudar mais no desenvolvimento de um jovem QB) e do general manager Dough Whaley (que avaliou mal a velocidade de progressão de E.J. Manuel)?

Ou seja, não é razoável esperar que um QB com dois anos de experiência seja capaz de ganhar todos os jogos e que esteja sempre bem, ainda por cima contra boas equipas defensivas como é o caso dos Chargers e dos Texans.

ejm

Esta é a vida na nova NFL, numa semana o “futuro da Organização”, na outra semana “a segurar uma prancheta”.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s