Dentro da Game Room para a semana Wild Card 2de2(2014)

Esta semana, quando o Dentro do Game Room…se divide em dois. Ontem tivemos uma “feel bad story” e hoje uma “feel good story“.

Depois de os Cowboys passaram para a frente no marcador no jogo deste domingo contra os Lions, o que colocava os de Dallas numa boa posição para avançar para o Divisional Round, ainda havia muito para jogar, ainda mais quando Stafford já deu mostras na carreira de conseguir levar a equipa á vitória no último drive (inclusive dois contra os próprios Cowboys).

Com 2:32 para jogar, e Detroit no ataque, Anthony Spencer consegue fazer a bola saltar das mãos de Stafford e a bola fica na alcatifa para quem a agarrar. O rookie DeMarcus Lawrance, o defensive end selecionado de Boise State (através de uma negociação com Washington que custou a Dallas uma escolha no draft na segunda e terceira ronda do draft para a próxima época) ficou com a bola perto de si.

O que devia ter feito a seguir? Vamos deixar o nosso amigo Will Brinson da CBS, explicar.

demarcuslaw

Na verdade, Lawrance, esqueceu-se por segundo que, apesar do seu primeiro nome ser DeMarcus, ele não é o DeMarco (Murray neste caso) e quis retornar a bola para ganhar mais jardas.

Resultado óbvio. O offensive linemann dos Lions, Garret Reynolds, provocou o fumble a Lawrance e os de Detroit recuperaram a bola e mantinha-se na corrida pelo jogo.

Erro de rookie. Compreensível. Até mesmo o Spencer saiu em sua defesa ao dizer que “toda a gente quer marcar. Mesmo em treino falamos muito sobre, apanhar a bola e marcar, é instintivo. Acontece”.

Mas o que poderá ter feito a diferença (e o Pedro Viana viu isso em tempo real) foi J.J. Wilcox, o safety da equipa que ainda no campo de jogo, chegou perto de Lawrence e lhe deve ter dito…algumas coisas menos simpáticas. Mas na base seria algo do estilo “tens de compreender a situação onde te encontras. Fizeste uma boa jogada, mas deixa-te cair e faz com que tenhamos a posse de bola.”

Já na linha lateral, Wilcox foi novamente falar com Lawrence, mas neste caso para o motivar e dizer que todos podem cometer erros. Há é que saber recuperar deles.

Resposta de Lawrence?

“I’m sorry, 27 (o número de Wilcox), I’m going to make up for it.”

And boy..did he!dmlaw

Oito jogadas depois, com Detroit nas 44 jardas de Dallas, numa 4ª tentativa e 3, desta vez Lawrance, não só se assegurou que conseguia tirar a bola a Stafford, como desta vez caia em cima dela… e era para ficar.
Como disse Jeremy Mincey no final do jogo, “ele teve de crescer num instante”.

dmlaww

Demorou um minuto e meio.

 

Advertisements

One comment on “Dentro da Game Room para a semana Wild Card 2de2(2014)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s