Dentro da Game Room para a semana Conference Finals (2014)

Esta semana, quando o Dentro do Game Room…quando um conjunto de erros faz que um jogo seja muito difícil de esquecer.

Brandon Bostick, o 3º Tight End tinha uma função quando o onside kick dos Seahawks aconteceu, de bloquear algum dos jogadores de Seattle que pudesse intervir sobre a acção de Jordy Nelson que estava atrás dele e que seria o Packer que estava mais bem colocado para apanhar a bola.

O que aconteceu a seguir, já sabemos.

bostick

Mas com tal drama humano envolvido, é normal que seja essa a memória que fica deste jogo. Mas o que aconteceu antes e depois merece tanto, ou mais, enfoque.
Vejamos:

Por duas vezes, os Packers estiveram dentro das 1 jarda dos Seattle, e em ambas vezes, com o melhor ataque da época regular, o MVP da Liga e um dos Runningg Backs mais possantes do jogo, pelas duas vezes foram para um field goal. Como o Pedro Viana disse no ar, não se ganha um jogo contra os campeões sem se correr riscos.

Depois houve a questão do touchdown dos Seattle no falso field goal. Também como dissemos durante a transmissão, J.J. Hawk deixa o jogador que era suposto marcar para ir placar o holder Ryan. Deixou nas costas o Gilliam, resultado, touchdown (TD).

Ainda numa situação de equipas especiais, apesar de estar a equipa defensiva em campo, a conversão de dois pontos depois do TD do Russel Wilson, é absolutamente inacreditável. Clinton-Dix nem sequer se fez ao lance para impedir que a bola fosse recebida.

dix
Aliás, o próprio Dix também teve oportunidade de fazer uma intercepção (INT) que teria fechado o jogo, mas essa até podemos “desculpar” por causa da dificuldade da jogada.

Por falar em INT’s, antes disso houve o momento que na altura na parecia ter importância, mas quando Morgan Burnett fez a INT, deixou-se cair nas 43 jardas de Green Bay quando parecia que tinha muito campo em sua frente para poder ganhar jardas, e com colegas que podiam fazer bloqueios à frente. Nas imagens também se pode ver que a responsabilidade de Julius Peppers para ir para o relvado imediatamente.

burnette

Depois foram as jogadas depois disso. Por duas vezes os Packers podiam ter arrumado o jogo se tivessem sido mais agressivos, em seis jogadas fizeram cinco corridas, o que se por um lado era para gastar relógio, mas…leiam o primeiro ponto.

E (ainda podíamos falar de outras) a defesa dos Packers falhou incrivelmente ao permitir três TD’s em três posses de bola consecutivas inclusive no TD do prolongamento, onde os Packers estavam em Cover 0, ou seja, sem ajuda de um safety, colocando assim uma situação de 1×1 que Wilson aproveitou muito bem e fez um belo passe para Kearse.

Realmente, esta é uma derrota que vai ficar muito tempo na memória dos fãs dos Packers por causa da crueldade do resultado, mas também das oportunidades perdidas.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s