À espera do draft (9 de abril)

Quem segue, mesmo que perifericamente, a política made in USA, e principalmente este ciclo eleitoral onde se vai encontrar os nomeados para Presidente pelo Partido Republicano e pelo Democrata, sabe que o Donald Trump conseguiu tornar mais interessante uma eleição do que os Underwoods no House of Cards, o que parecia impossível!! (se não vê House of Cards…what the hell is wrong with you?!?)

hoc

O Donald ficará, desde já, e para sempre, conhecido como o “político” que, apesar de ter chamado de traficantes, violadores e criminosos aos Mexicanos que estão nos USA, de ter dito que os membros de uma determinada religião seriam proibidos de entrar na América, que as mulheres devem ser criminalizadas se procuraram um aborto (ou que não podem ser presidentes por serem feias), que podia matar a tiro uma pessoa na Quinta Avenida que não perdia votantes por causa disso (entre muitas outras pérolas), está à frente para a nomeação Republicana desde que começou o processo.

E ficará também para a história como tendo sido primeiro candidato a garantir, garantir(!), ao povo Americano, que apesar de ter mãos pequenas, que “não havia motivos para preocupações, porque o resto tinha o tamanho certo”, ou seja, para quem não entendeu à primeira, fez uma dick joke em pleno debate eleitoral. Roí-te de inveja, Pedro Passos Coelho.

small hands

O Donald é como era o Al Davis: inconsciente, bombástico, truculento e que também ameaça levar toda a gente a tribunal. Ao menos o Al não conseguiu destruir a NFL, ao contrário do Trump que foi um dos fatores para o desaparecimento da USFL.

usfl

Mas, all jokes aside, quando um candidato tem o apoio da extrema-direita, principalmente da supermacista branca, da evangélica obscurantista e da oligárquica política, e ainda mais incrivelmente, ou não se distância desses apoios, ou fá-lo sobre pressão, se calhar é boa ideia ter cuidado para não ser visto nas suas imediações.

E entram aqui os New England Patriots.

Já conhecidos sobejamente por ser uma organização com…rabos-de-palha (vamos dizer assim), com um treinador que tem o “carinhoso” estigma de ser um Sith Lord, ou um quarterback que gosta de bolas menos cheias (another dick joke, thank you, thank you), colaram-se à imagem Trump… apesar de ser uma imagem que é terrific, classy and YOOOGE!

Robert Kraft,

trk

Tom Brady

tbdt

e Bill Belichick

dtbb

já se fizeram fotografar com o Donald, ou com chapéus do Donald (apesar de que, quem tem este gosto para gorros, pode-se esperar tudo),

tbhat

e até expressaram o seu apoio (mais ou menos velado).

Claro que a coisa não é muito bem aceite por Massachusetts, um estado predominantemente liberal, blue colar, meat and potatoes, kind of people, e já houve alguns cronistas, e jornalistas que expressaram o seu desagrado. Mas, seguramente, Kraft deve achar piada a mais um bilionário com complexos de perseguição e que quebra com o molde de fazer as coisas de forma “habitual”, a Giselle e a Malila Trumpmtgb

podem trocar histórias da vida de ser modelo, e o Belichick…bem, esse nunca se sabe em que está a pensar.

bbbig

AHHHHHHHHHHH!! NÃO, NÃO…! Eu voto Trump…anything, just, please, go away!

Trump/Patriots 2016!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s