À espera do Draft – Dentro do Press Room (Rescaldo do Super Bowl 60)

Olá e sejam bem-vindos a mais um Dentro do Press Room, agora que o Super Bowl LX está nos livros da História.

dentro de uma press room2

Para nós, Europeus, este ano de 2026 foi de grande satisfação, com os London Jaguars a jogarem no Super Bowl contra os Green Bay Packers, no Stade de France.

DBPAR

É verdade que ainda não é desta que os Jags, ganharam o título, mas já estivemos mais longe.

lond

Depois de termos tido os primeiros jogos na Alemanha, também vamos ter de ser pacientes com a outra equipa Europeia, os Berlim Titans, estes na NFC, que vão demorar a ser uma equipa competitiva, ainda mais estando na NFC Sul juntamente com os Saints, os Falcons e os Panthers. Mas já deram uma boa indicação, com a primeira época completa a jogar no Olympiastadion, a ter um registo de 6-12.

Antes do Super Bowl, o Comissário da Liga, Tony Romo, deu a habitual Conferência de Imprensa (no luxuoso centro de Issy-Les-Moulineaux onde a Presidente Clinton e o Presidente Obama já discursaram) sobre o Estado da NFL.

Pressionado pelos jornalistas, o Comissário não quis dar garantias, apesar dos rumores, sobre a possibilidade da formação de uma equipa em Pequim, apesar dos três jogos da época regular  no Beijing National Stadium, depois de terem começado com um.

china

No entanto deu boas notícias para os fãs Asiáticos ao anunciar um jogo da época regular, entre os San Francisco 49ers e os Los Angeles Rams, em Tóquio. Também continuam as negociações para expandir de um, para dois jogos da época regular na Austrália, acrescentando ao jogo que se realiza em Sidney, outro em Perth.

O México continuará a ter dois jogos de época regular, apesar dos pedidos por parte dos fãs de haver três. Isto prende-se pelo facto que continuará a haver um jogo da época regular no Rio de Janeiro e outro em Buenos Aires. Quanto a Brasileiros e Argentinos querem igualmente passar a ter dois jogos, o Comissário fez lembrar de como se desenrola o processo, como foi o caso do México.

A grande novidade é a realização de jogos da pré-época na África do Sul, apesar de se saber que será difícil os Sul-Africanos aderirem da NFL, uma vez que o Rugby é o desporto-rei. Respondendo a isso, o Comissário disse que “também se dizia o mesmo na Europa com o soccer, e podemos ver o sucesso que a NFL teve ao expandir para o Velho Continente”.

A terminar, o Comissário Romo deu a boa as boas notícias aos Americanos, fazendo saber que, para a época de 2027, um total de 120 jogos serão jogados nos Estados Unidos continentais (dois serão no Havai), um aumento de 4 jogos desde a época passada. Assegura-se assim, que cada equipa continental terá, pelo menos, 4 jogos em casa.

Confrontado com as queixas dos Americanos, residentes nos Estados Unidos, que a globalização da NFL lhes veio tirar jogos que podiam ver nos respetivos estádios,

angry fans

o Comissário lembrou que, primeiro, os Americanos já não vão aos estádios por causa da tecnologia disponível para se ver os jogos em casa, e segundo, que mesmo que a NFL reduzisse o número de jogos a apenas um por época, a NFL não iria perder nem um átomo de popularidade.

Para terminar, o Comissário aceitou responder a algumas perguntas de jornalistas Europeus, onde se destaca a pergunta de Ricardo Silvestre, em representação da Sporttv sobre a criação de centros de deteção de talentos para cheerleaders na Península Ibérica e se este, o jornalista, podia ser membro do júri de seleção.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s