Dentro da Press Room para Week1-2016

Nota introdutória.

O Dentro da Press Room vai ser num formato um pouco diferente esta época. Em anos passados apostei mais em mostrar uma qualquer estatística de um jogador e assim desafiar o leitor a imaginar-se a escrever uma notícia, ou um artigo de opinião, com essa informação.

Este ano vou fazer num molde diferente, vou deixar aqui uma frase de um jogador, treinador, dono de equipa, membro da imprensa, que seria motivo para escrever uma crónica sobre isso.

Fell free to play along : )

dentro de uma press room2

Marqise Lee, reciever dos Jacksonville Jaguars relativamente a algumas decisões no jogo contra Green Bay, “Eu não sei para onde os árbitros estavam a olhar, mas algumas penalidades ficaram por marcar.”

Não é a minha função questionar os árbitros”, disse Cam Newton, depois do jogo inaugural da época contra os Broncos, “mas não tem graça nenhuma ser atingido na cabeça”.

Quando foi pedido ao treinador dos Ravens, John Harbaugh, para descrever o esforço de Joe Flacco de continuar a jogar depois de uma lesão, disse “Joe é tão duro como um bife de dois dólares. Quanto é que um bife de dois dólares hoje em dia?”

Carson Wentz, quarterback (QB) dos Eagles (que passou de terceira escolha para titular durante o defeso). “Senti-me muito confiante, foi um óptimo começo”.

wentz

Mike Zimmer, treinador dos Vikings relativamente à decisão de Shaun Hill ser o titular contra os Titans (o que não acontecia para o jogador desde 2014), “vamos analisar semana a semana”. Principalmente quando têm no banco um jogador que lhes custou uma escolha de primeira ronda no draft, em Sam Bradford.

Eu estava a dizer ao staff médico que, quando tiver 43,44,45 anos de idade, e continuar a jogar na NFL, seguramente vou estar no mesmo estado que agora”, disse Russel Wilson, QB dos Seahawks, depois de ter tido uma entorse no tornozelo e ter passado algum tempo a coxear em campo.

Bill Bilichick, treinador dos Patriots, continua a ser o poço de simpatia e boa disposição a que nos habitou. Sobre o desempenho de Garoppolo, e o facto de ter levado a equipa à vitória contra os Cardinals, “Fez algumas jogadas. Não foi perfeito, mas fez boas jogadas”.

billpr

Terrance Williams, reciever dos Dallas, na última jogada do encontro, virou para dentro no campo para ganhar mais algumas jardas, no lugar de sair pela linha lateral para parar o relógio, e dar uma oportunidade a Dan Bailey de ganhar o jogo para os Cowboys. Dak Prescott (o QB) disse sobre isso que, “Ele estava a tentar fazer uma boa jogada, não se deve criticar um jogador por tentar fazer isso”.

Jeff Disher, treinador dos Rams sobre o primeiro jogo desde que a equipa está agora em Los Angeles, “Não era o que estávamos à espera, seguramente não foi o que se estava à espera para um primeiro jogo, agora que somos a equipa de Los Angeles. Temos algum trabalho para fazer.
Algum?

jeff

Advertisements

One comment on “Dentro da Press Room para Week1-2016

  1. week 2 previsões

    giants (ainda nao tenho muita confiança nesta equipa, mas…)
    houston (chiefs grande recuperação a semana passada, mas perdem este fds)
    pitts (same old story)
    dallas (you like that?!)
    New england
    Detroit
    Cleveland (RDIII lesionado ?! nã acredito)
    carolina (mas os 49ers nao sao assim tão maus)
    arizona (não vao jogar com uma equipa do calibre dos pats)
    Seattle (Rams que horror foi aquilo na week 1?)
    denver
    san diego (deveria ser já 2-0)
    RAIDERS ( i believe del rio)
    minnesota (why not?)
    Empate philadelphia vs chicago (sim ouviram bem empate! com resultado e tudo 21-21)

    cumprimentos,
    Rui

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s