Dentro da Press Room (Week2 -2016)

dentro de uma press room2

DeAngelo Williams, o running back de Pittsburg disse em relação ao jogo deste domingo contra os Bengales ter sido menos…vamos dizer, acintoso, do que a última vez que jogaram nos playoffs: “Às vezes conseguimos ser civilizados, por vezes temos disputas civilizadas, hoje não houve nenhum caso desses [de falta de civismo, entenda-se]”.

Josh Norman, cornerback (CB) de Washington a reagir ao facto que a sua equipa está com 0 vitórias e 2 derrotas: “Toda a gente pensa que estamos na morgue, ou algo parecido. Não estamos mortos de forma nenhuma.”

Referindo-se à jogada onde Baltimore conseguiu bloquear um ponto extra por parte dos Browns, o treinador da equipa dos Ravens, John Harbaugh disse “São os dois segundos mais duros em football.”

balhau

Kelvin Benjamin, wide reciever dos Panthers, sobre o jogo contra os 49Ers, “A maior parte dos defesas que me estavam a defender eram demasiado baixos, e eu pude saltar por cima delas e apanhar a bola”. …ele que tem 1.95 de altura.

O reciver dos Patiots, Julian Edelman sobre a equipa perder mais um quaterback com a lesão de Garoppolo: “Este jogo tem um taxa de lesões de 100%.

Marcus Peters, o CB  de Kansas conseguiu impedir um passe completo na direção do reciver de Houston, Fuller, e começou a abanar o dedo na sua direção, como se fosse Dikembe Mutombo. Foi penalizado com 15 jardas por falta de desportivismo, e fez Andy Reid, o treinador de Kansas dizer: “Ele fez uma boa jogada, mas não pode abanar o dedo daquela maneira, os árbitros não vão deixar passar isso.”

wag

Case Keenum, a começar pelos Los Angeles Rams (a caminho de uma performance com 18 passes em 30 e 239 jardas) contou que “Eu assegurei-me de aproveitar este regresso a LA dos Rams. O jogo não foi o melhor, mas foi muito divertido.”

O treinador de Tampa Bay, Dirk Koetter depois da derrota 40-7 contra Arizona: “É uma Liga de humildade. Experimentamos isso hoje.

Aquib Talib roubou um passe a Andrew Luck, QB dos Colts e retornou para touchdown, a nova vez que consegue isso com Denver, o que é um recorde para a organização. Talib disse que “Eu treino isso. Nos treinos, quando consigo uma interceção é para tentar marcar. A repetição traz a perfeição.”

aquib

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s