A NFL cada vez mais perto da Europa

No próximo ano, a tempo para o início das temporadas da Premier League, os Spurs abrirão o seu novo estádio, de 61 mil lugares, no norte de Londres, substituindo o ilustre White Hart Lane. Só que o novo estádio tem um “acrescento”, será construído de forma a receber jogos de futebol, e de football.

newhartland

Quando o presidente do Tottenham, Daniel Levy, apresentou a ideia, há cerca de cinco anos atrás, esta foi recebida, com compreensível, ceticismo. O Tottenham queria construir mais do que um estádio para jogos na Premier League . A crescente popularidade da NFL em Londres, desde que a International Series começou em 2007, foi a razão para que Levy quisesse fazer um estádio que pudesse aceitar os dois desportos.

Assim, o projecto para o novo estádio incluiu balneários separados para a NFL, concebidos para acomodar jogadores maiores do que os de futebol, e com planteis bem mais extensos. Haverá no estádio novas áreas para a imprensa, instalações para staff de treinadores, médicos e athletic trainers. O campo é retráctil, deslizando por debaixo to topo sul, ficando à superfície um campo de relva artificial para ser usado nos jogos da NFL. A conversão leva apenas uma hora, algo que tem sido um factor limitante nos outros dois locais que a NFL usa em Londres, Wembley e Twickenham.

wemb

A parceria entre os Spurs e a NFL, que tem a duração de 10 anos, inclui a haver jogos por temporada , e a NFL já investiu 10 milhões de Euros no estádio, que vai custar no total, 763 milhões. Uma das ideias que está a ser discutida, seria, no mesmo dia, haver dois jogos, um da Premier League, seguido de um da NFL.

Levy fez saber que os Spurs ficariam “absolutamente encantado” se a NFL optasse por colocar uma equipa, a título permanente, no seu estádio. Neste momento, isso é apenas um “desejo” por parte do dono da equipa, e dos Europeus que gostariam de ter uma organização com 8 jogos no Reino Unido. Porém, a Liga continua a progredir de uma forma cautelosa, para já apostando em aumentar o número de jogos em Londres (para quatro por ano), jogos dentro da mesma Divisão (apetecíveis por causa da rivalidade), jogos em semanas seguidas, e com as equipas que se deslocam da América a não terem uma semana de descanso.

Este posicionamento de Tottenham como o parceiro da NFL na Premier League, abre também possibilidades de se ver um fluxo ao contrário. A Premier League, nos EUA, e a NFL no Reino Unido, estão em trajectórias de crescimento semelhantes, alimentadas por direitos televisivos. Há mercado para crescer, tanto de futebol no “novo” continente, como de football no “velho” continente.

duke

Advertisements

One comment on “A NFL cada vez mais perto da Europa

  1. Pingback: Dentro da Press Room, Week2-2017 | NFL em Português

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s